Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2018 / 05 / Mais de 60% dos eleitores da Venezuela têm intenção de votar

democratas

Mais de 60% dos eleitores da Venezuela têm intenção de votar

Apesar de boicote da oposição, empresas de pesquisa confirmam que participação eleitoral será alta neste domingo
por Fania Rodrigues publicado 20/05/2018 09h01
Apesar de boicote da oposição, empresas de pesquisa confirmam que participação eleitoral será alta neste domingo
Flickr/CC/OperaMundi
venezuela.jpg

Mais de 60% dos eleitores devem votar na Venezuela. Pesquisas contrariam partidos de oposição, que alegam baixa participação popular para justificar ausência de candidatos

Brasil de Fato – Neste domingo (20), os venezuelanos vão às urnas escolher quem será o presidente da República que terá a responsabilidade de governar o país pelos próximos seis anos. Para além do debate sobre quem vai ganhar as eleições, pesa a desconfiança sobre o nível de participação eleitoral. A abstenção é o que pode levantar questionamentos sobre a legitimidade das eleições venezuelanas.

Parte da oposição venezuelana, composta pelos três principais partidos de direita – Primeiro Justiça, Vontade Popular e Ação Democrática – decidiu não participar do processo eleitoral. Alegam que não há condições democráticas, nem garantias para um processo justo e transparente. Já o partido do atual presidente, Nicolás Maduro, o Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), afirma que essa é uma estratégia política da oposição para desgastar o atual governo no âmbito internacional.

Apesar de o voto não ser obrigatório na Venezuela, as eleições presidenciais sempre registraram alto nível de participação. A média histórica dos últimos 20 anos é de 80% do total de eleitores, considerado um dos maiores índices entre os países em que o voto não é obrigatório.

Oposição frustrada

Com os três maiores partidos de oposição fora do jogo, esse percentual deve ser menor nessas eleições. A Mesa da Unidade Democrática (MUD), coalizão de partidos opositores, faz campanha para que a população não saia de casa neste domingo. Segundo a coalizão, a taxa de abstenção pode chegar a 80%.

No entanto, pesquisas de intenção de votos divulgadas na última semana mostram que a maioria dos venezuelanos pretende ir às urnas. A empresa de pesquisas Hinterlaces afirma que 63% dos eleitores estão dispostos a exercer seu direito ao voto. A empresa Consultores 30.11 apontou que 66% devem votar e a International Consulting Services (ICS) mostra que 67% dos venezuelanos vão votar no próximo domingo. As três pesquisas foram realizadas entre os dias 4 e 10 de maio. O número de entrevistados variou entre 1,5 mil (Hinterlaces) e 3 mil (ICS).

As mesmas pesquisas apontam que o candidato à reeleição, Nicolás Maduro, ganharia as eleições com o percentual que vai de 46% a 58% das intenções de votos. Já o candidato opositor, Henri Falcón, do partido Avançada Progressista, aparece com 25% dos votos na pesquisa menos favorável e 33% na que dá maior vantagem.

Cerca de 20 milhões venezuelanos estão habilitados a votar nestas eleições. As urnas foram abertas às 6h da manhã e serão fechadas às 18h.