Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 04 / Movimentos articulam apoio a Lula em redes sociais

#LulaLivre

Movimentos articulam apoio a Lula em redes sociais

Tuítes, memes e vídeos para serem usados nas redes sociais cobram do STF que o julgamento do habeas corpus de Lula seja realizado dentro do estrito cumprimento da lei, em vez de atender à pressão de parte da população e da mídia corporativa
por Readção RBA publicado 04/04/2018 12h25, última modificação 04/04/2018 12h32
Tuítes, memes e vídeos para serem usados nas redes sociais cobram do STF que o julgamento do habeas corpus de Lula seja realizado dentro do estrito cumprimento da lei, em vez de atender à pressão de parte da população e da mídia corporativa
divulgação/lulalivre
lula livre.jpg

'Não permita que réu algum seja preso antes que esgotados todos os recursos em todas as instâncias, faça valer a Constituição'

São Paulo – Movimentos organizados da sociedade civil organizam uma articulação virtual, por meio da rede social Twitter, em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A campanha #LulaLivre pretende viralizar conteúdos sobre o habeas corpus de Lula, que deve ser julgado hoje (4) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).  A movimentação foi iniciada por volta do meio-dia.

Entre as citações, falas de juristas, do próprio ex-presidente e de lideranças, como é o caso do presidente da Bolívia, Evo Morales, que publicou seu apoio ao ex-presidente brasileiro em redes sociais: "Lula, líder do Brasil, integrador da #PátriaGrande". Também Chico Buarque, que disse sobre a gestão Lula: "Este é um governo que não fala fino com os Estados Unidos nem grosso com a Bolívia".

Todos os tweets estão disponíveis neste banco de dados, além de uma série de imagens, reunidas aqui. O material também pode ser acessado no hotsite Lula Livre!.

O material contém também um vídeo com mensagens de artistas sobre a conjuntura política e jurídica que envolve o ex-presidente. "Ministra Carmen Lúcia resista. Não permita que réu algum seja preso antes que esgotados todos os recursos em todas as instâncias, faça valer a Constituição. É isso que o Brasil espera da senhora", afirmam em conjunto o ator Osmar Prado, as atrizes Bete Mendes, Tássia Camargo e Cristina Pereira.