Pandemia

Itália tem novo recorde diário de mortes por coronavírus

País europeu registrou, em 24 horas, 793 mortes decorrentes de infecção com o coronavírus

oriana.italy/flickr
O número de novas infecções de coronavírus na Itália aumentou 6.557 nas mesmas 24 horas, chegando a 53.578

São Paulo – Em boletim divulgado neste sábado (21), a Autoridade de Proteção Civil da Itália anunciou que o país registrou, em 24 horas, 793 mortes decorrentes de infecção com o coronavírus. Trata-se do maior número de óbitos em um só dia desde o início da epidemia.

No total, o número de mortes decorrentes da covid-19 chegou a 4.825. O número de novas infecções aumentou 6.557 nas mesmas 24 horas, chegando a 53.578.

Uma das regiões do país mais atingidas pelo coronavírus é a Lombardia, com aumento de 3.251 pessoas infectadas no último dia e 1.093 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTI), segundo o vereador Giulio Gallera. “É uma batalha que devemos vencer e todos devem estar em posição de vencer esse desafio”, disse.

Hoje, a Itália é o país com o maior número de casos ativos de covid-19. Na quinta-feira, o país havia ultrapassado oficialmente a China no número de mortes, com 3.405 óbitos, em comparação com 3.245 na China (3.248, nesta quinta-feira), com menos da metade dos casos detectados.

De acordo com o relatório epidemiológico do Instituto Superior de Saúde, de 17 de março, com base em características de 2.003 pacientes infectados pelo coronavírus, a idade média dos pacientes que apresentaram resultado positivo e não conseguiram superar a infecção é de 80,5 anos.

Entre os mortos, as mulheres eram àquela altura 583 (29% do total), em comparação com 1.420 homens.

Com informações do El Diario