Home -Destaques da home Lula será entrevistado pelo site ‘Sul21’ nesta quarta. Parlamento Europeu pede videoconferência

#falalula

Lula será entrevistado pelo site ‘Sul21’ nesta quarta. Parlamento Europeu pede videoconferência

Deputado do Partido Social Democrata alemão solicita diálogo entre o ex-presidente, de Curitiba, e a sede do Parlamento Europeu
Publicado por Cláudia Motta, para a RBA
17:57
Compartilhar:   
Ricardo Stuckert

Lula já foi entrevistado por jornalistas de oito veículos de comunicação do Brasil e do mundo

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concederá entrevista na manhã desta quarta-feira (3) ao site Sul21. A equipe do Sul21 será composta pelo repórter Marco Weissheimer e pelo repórter fotográfico Guilherme Santos. De acordo com o site, os primeiros registros da entrevista exclusiva com Lula serão divulgados ainda nesta quarta pelas redes sociais e na página do Sul21.

Será a sétima entrevista concedida pelo ex-presidente a oito veículos de comunicação diferentes, desde que foi detido pela Operação Lava Jato na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A primeira foi realizada pelos jornais Folha de S.Paulo e El País. Depois foi a rede britânica BBC.

Lula também já foi entrevistado pelo jornalista Glenn Greenwlad, do The Intercept, e pela revista alemã Der Spiegel.  Eleonora de Lucena, do Tutameia, e Joaquim Carvalho, do  Diário do Centro do Mundo, também já entrevistaram o ex-presidente. No dia 12 de junho, os jornalistas Juca Kfouri e Trajano estiveram com Lula por duas horas, para a TVT.

Parlamento Europeu

O líder do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), Jens Geier, integrante do Parlamento Europeu, sugeriu aos integrantes da Caravana Lula Livre Europa que se faça uma videoconferência com o ex-presidente a partir das dependências da PF, em Curitiba. O deputado quer que Lula fale diretamente a todos do Parlamento Europeu (PE) a respeito do seu processo. Bruxelas, na Bélgica, e Estrasburgo, na Alemanha, se revezam como sede do PE.

A Caravana, que percorreu três países da Europa entre os dias 25 e 28 de junho, recebeu o apoio de parlamentares do grupo Esquerda Unitária Europeia (GUE): La France Insoumise (LFI), da França: Emmanuel Maurel, Leïla Chaibi, Anne-Sophie Pelletier, Manon Aubry; do Bloco de Esquerda (BE) de Portugal, com as deputadas Marisa Matias e José Gusmão; o Partido Comunista Português (PCP), com João Pimenta Lopes, e o Podemos, da Espanha, com Miguel Urbán Crespo.