Você está aqui: Página Inicial / Política / 2011 / 03 / Vice-governador de São Paulo confirma saída do DEM e criação de novo partido com Kassab

Vice-governador de São Paulo confirma saída do DEM e criação de novo partido com Kassab

por Redação da RBA publicado , última modificação 18/03/2011 18:45
Comments

(Foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

São Paulo – O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, confirmou nesta sexta-feira (18) que ele e o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, irão deixar o DEM e criar uma nova legenda. O anúncio formal deverá ser feito na segunda-feira (21). O vice-governador sustenta que a nova legenda não vai aderir à base aliada do governo da presidenta Dilma Rousseff.

A declaração foi dada após cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Os detalhes foram definidos em um almoço com o prefeito, incluindo o nome de Partido Social Democrático, cuja sigla será PSD.

Afif garante que nada muda em relação ao governo paulista. "Sou vice-governador do Estado e vou cumprir até o fim a aliança com o governo Geraldo Alckmin (PSDB)", disse.

"Nós vamos conversar sobre os rumos. Agora é uma questão de definição, não é mais hipótese. Agora nós vamos trabalhar sobre os fatos, sobre o que se quer", afirmou. Para a decisão, Kassab aguardou a mudança de direção do DEM, que ocorreu na terça-feira (15), quando o senador José Agripino (RN) assumiu a presidência do partido.

O nome mais fortemente aventado era o de Partido da Democracia Brasileira (PDB), mas há informações de que Kassab estaria disposto a alterá-lo em função do desgaste associado ao episódio. O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) usou a legenda para ironizar a iniciativa, chamando-a de "Partido da Boquinha". Por isso houve a alteração.

 

O movimento de Kassab busca ampliar seu espaço político e provavelmente a candidatura ao governo de São Paulo em 2014. No início da semana, Afif declarou à imprensa que se sentia rejeitado e sem espaço dentro do DEM.

Com informações da Reuters

registrado em: , ,
comentários do blog alimentados pelo Disqus