Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 10 / Serra promete mais recursos para a área de ciência e tecnologia

Serra promete mais recursos para a área de ciência e tecnologia

por Elaine Patricia Cruz, da Agência Brasil publicado , última modificação 25/10/2010 19h53

São Paulo – Após receber um documento elaborado por cientistas brasileiros, o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou nesta segunda-feira (25) que pretende dar condições para aumentar os recursos para a ciência e tecnologia de forma escalonada até 2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020.

"Creio que a meta de 2% do PIB com pesquisa e desenvolvimento é a meta que devemos ter para 2020. Isso implica em aumentar também a participação do setor privado", disse Serra.

Segundo o candidato, a área de ciência e tecnologia será beneficiada principalmente com a melhoria na educação do país. Serra reuniu-se hoje (25), em São Paulo, com cientistas e membros da Academia Brasileira de Ciências e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre eles o diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Carlos Brito Cruz, o diretor da SBPC, Dante Barone, e a geneticista Mayana Zatz.

Durante a reunião, Serra recebeu o documento chamado de Agenda de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Brasil, com cinco metas e propostas para o progresso da ciência no país. Entre elas está a proteção do bioma brasileiro; destinação de 2% do PIB para a área que hoje é de 1,2%; destinação de 6% do PIB para a área de educação; o fortalecimento dos institutos de pesquisa e que o Brasil assuma um papel de protagonista mundial na área.

O mesmo documento foi entregue à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. E, ainda no primeiro turno, à candidata do PV, Marina Silva.