vira, virou

Manuela vira o jogo em Porto Alegre, aponta pesquisa Ibope

Candidata do PCdoB tirou 8 pontos de diferença de Sebastião Melo (MDB) e lidera a disputa em Porto Alegre, com 51% dos votos válidos, contra 49%, segundo o Ibope

Divulgação
Manuela e Melo fazem segundo turno ainda indefinido

São Paulo –  Pesquisa Ibope para a prefeitura de Porto Alegre divulgada hoje (28) mostra que a candidata Manuela D’ávila (PCdoB) virou o jogo contra o candidato Sebastião Melo (MDB), tirando 8 pontos de diferença e assumindo a liderança da disputa. Manuela tem 51% dos votos válidos, contra 49% de Melo. Na última pesquisa os percentuais eram de 54% para Melo e 46% para Manuela.

Nos votos totais, Manuela aparece com 45% das intenções de voto, contra 43% de Melo, segundo a pesquisa Ibope em Porto Alegre. Os votos brancos e nulos somam 8% e os eleitores que ainda não se decidiram em quem vão votar somam 4%.

O levantamento do Ibope foi encomendado pela TV RBS e contou com 805 entrevistados, nos dias 27 e 28 de novembro, e o nível de confiança estimado é de 95%. O que significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Debate na Globo e fake news

Na noite desta sexta-feira (27), os candidatos se encontraram em um debate promovido pela Rede Globo. Manuela D’Ávila voltou a apontar o uso de fake news por parte da campanha adversária. “Qual é o Melo que devemos acreditar: aquele que defende o alto nível do debate nas entrevistas ou aquele que autoriza a sua campanha a mentir em redes sociais?”, questionou.

Em entrevista virtual no Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé na quarta-feira (25), o candidato a vice-prefeito na chapa de Manuela, Miguel Rossetto ressaltou que, no primeiro turno, a Justiça Eleitoral retirou de circulação mais de 500 mil postagens com informações falsas nas redes sociais. “Não conseguimos chegar aonde eles chegam. A máquina empresarial de produção de fake news é brutal. Mas temos conseguido resistir.”