indignação geral

#BolsonaroGenocida: as reações nas redes sociais à MP 927

MP provoca críticas dos internautas contra suspensão dos salários por até quatro meses em meio à pandemia de coronavírus

Valter Campanato/Agência Brasil
Na contramão do mundo, MP 927 deve engrossar panelaços contra Bolsonaro

São Paulo – #BolsonaroGenocida foi o tópico mais comentado no Twitter até o fim da manhã desta segunda-feira (23) em reação à Medida Provisória (MP) 927/2020, que autoriza a suspensão dos contratos de trabalho por até quatro meses, sem pagamento de salários, entre outras ações que retiram um “conjunto enorme” de direitos dos trabalhadores formais, segundo o Dieese.

Na rede social, os usuários criticam a medida e apontam que os trabalhadores vão morrer de fome se a suspensão dos salários for realmente praticada. Também foram numerosos os comentários afirmando que a proposta beneficia apenas as empresas e que o governo não anunciou nenhuma ação que suspenda o pagamento das contas essenciais durante a crise decorrente da pandemia de coronavírus.

Políticos da oposição afirmam que vão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), para contestar a constitucionalidade da medida. Também articulam para que a MP 927, que precisa ser votada em até 60 dias, seja derrubada no Congresso Nacional.

Internautas no Twitter indicam também que a proposta deve fortalecer ainda mais os panelaços contra Bolsonaro, que têm ocorrido em várias cidades do país desde a última terça-feira (17). Ambos os termos também incluem menções ao impeachment do presidente, por conta da série de medidas equivocadas tomadas diante da epidemia.

Segundo o desembargador Jorge Luiz Souto Maior, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, a MP é “desumana” e vai agravar no o quadro de crise econômica, social e sanitária no país.

#BolsonaroGenocida

‘Essa MP’