Home Política Em defesa da democracia e de Lula, movimentos organizam ato em Brasília
nesta quarta

Em defesa da democracia e de Lula, movimentos organizam ato em Brasília

STF irá julgar mérito do habeas corpus do ex-presidente e decidir se mantém direitos garantidos pela Constituição ou se fará valer pressão da mídia para tirar Lula das eleições
Publicado por Redação RBA
11:24
Compartilhar:   
Ricardo Stuckert / IL
Lula STF

Lula recebe apoio à sua candidatura nas eleições em passagem de sua caravana pelo Sul. Nesta quarta, capitais como Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre estarão mobilizadas

São Paulo – Nesta quarta-feira (4), quando será votado o pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo promoverão ato público na área em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. A manifestação iniciará sua concentração às 12h. “Vamos ocupar a Praça dos Três Poderes e exigir que permaneça a liberdade para nosso presidente. Nós entendemos que defender lula é defender um país com direitos trabalhistas, um país com garantia de aposentadoria, com justiça e igualdade social para todos”, afirma Rodrigo Britto, presidente da CUT Brasília, em entrevista à TVT.

São esperadas cerca de 20 mil pessoas no local, que também receberá manifestantes contrários à concessão do habeas corpus para Lula. Apesar disso, a organização entende que a mobilização deverá ser pacífica do início ao fim e que é preciso ignorar qualquer tipo de provocação. “O direito de liberdade de manifestação tem que ser garantido. A nossa orientação para todos que vierem defender o presidente Lula é não cair em provocações. O que querem é banalizar e criminalizar o nosso movimento”, acrescenta Rodrigo.

Em São Paulo, a CUT mais movimentos populares e partidos que compõem a Frente Brasil Popular realizarão marchas que sairão de bairros da periferia até centros comerciais das quatro regiões da capital. De acordo com a central, as ações têm o objetivo de dialogar com a população para fazer “chegar a verdade” sobre o julgamento político de Lula.

lula frente brasil popular

“Vamos dialogar com os trabalhadores e trabalhadoras e esclarecer que defender a garantia da liberdade de Lula é defender a democracia, é defender a presunção de inocência de todos os brasileiros e brasileiras”, afirma o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas.

Outras capitais também estarão mobilizadas. Em Belo Horizonte, a Frente Brasil Popular promove ato às 17h, na Praça Afonso Arinos, no centro da cidade. Já em Florianópolis, a concentração está prevista para as 13h, em frente à sede da Justiça Federal de Santa Catarina.

Em Porto Alegre, será feita uma vigília, a partir das 12h, na Esquina Democrática (cruzamento da Avenida Borges de Medeiros com a Rua da Praia). No mesmo local está previsto um ato às 17h. 

Assista à reportagem do Seu Jornal, da TVT: