Home Mundo Chile muda nome de condecoração que levava nome de Pinochet
exército

Chile muda nome de condecoração que levava nome de Pinochet

Mudança assinada na semana passada foi feita a pedido da corporação. Medalha Comandante em Chefe do Exército Capitão-Geral Augusto Pinochet será denominada Medalha Comandante em Chefe do Exército
Publicado por EFE
16:39
Compartilhar:   
museodeprensa/reprodução
pinochet

Homenagem foi criada em 1997, enquanto Augusto Pinochet ainda era Comandante em Chefe do Exército

Santiago do Chile – O Ministério da Defesa do Chile mudou o regimento do Exército, suprimindo o nome do ditador Augusto Pinochet de uma condecoração que é entregue aos graduados na Escola Militar. A mudança ocorreu por solicitação da própria corporação e foi assinada na semana passada pelo subsecretário das Forças Armadas, Gabriel Gaspar, após proposta feita em 2006 pelo então chefe do Exército, Juan Emilio Cheyre.

Deste modo, a “Medalha Comandante em Chefe do Exército Capitão-Geral Augusto Pinochet” seguirá sendo entregue, mas apenas com a denominação “Medalha Comandante em Chefe do Exército”.

Segundo Gabriel Gaspar, a decisão obedece a “um processo paulatino de profissionalização dos símbolos das Forças Armadas”. Além disso, o subsecretário garantiu que a alteração faz bem ao Chile.

Criada em 1997, enquanto Augusto Pinochet ainda era comandante em Chefe do Exército, a medalha era conferida ao oficial graduado da Escola Militar que contasse com militares, pelo menos, em três gerações da família.

O senador socialista Alfonso de Urresti, que em setembro cobrou explicação com os fundamentos desta condecoração com a ideia de modificá-la, garantiu hoje que a alteração é positiva, para que os chilenos tenham orgulho da distinção.

De Urresti ainda anunciou que deverá solicitar também justificativa pela manutenção do nome da “Biblioteca Presidente Augusto Pinochet”, da Academia de Guerra do Exército do país.

No Chile também há processos de parentes de vítimas da ditadura para retirar da entrada do Museu Marítimo Nacional, em Valparaíso, uma estátua do almirante golpista José Toribio Merino.