Home Cultura Confira destaques do primeiro fim de semana da 43ª Mostra Internacional de Cinema
agenda cultural

Confira destaques do primeiro fim de semana da 43ª Mostra Internacional de Cinema

A #RBA selecionou sessões imperdíveis da Mostra que acontece na capital paulista. Sessões em lugares incríveis, como o Theatro Municipal; e o melhor: tudo na faixa!
Publicado por Gabriel Valery, da RBA
10:17
Compartilhar:   
divulgação/43 Mostra de Cinema de SP

A Mostra, ao invés de recuar frente às ameaças, ampliou seu alcance nas periferias e sua ocupação do espaço urbano da capital paulista

São Paulo – Começou ontem (17) a 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. A edição deste ano carrega um ar único de relevante resistência cultural. A realização em si foi um desafio: fim de patrocínios do governo federal acenderam o alerta da curadoria. Os ataques persistentes de correntes ideológicas obscurantistas que chegaram ao poder recentemente também marcam o evento. Mesmo com todo esse cenário adverso, os realizadores afirmam que nunca pensaram em cancelamento ou adiamento.

O momento é realmente controverso. Enquanto o audiovisual sofre ataques de grupos reacionários – dos quais faz parte a cúpula do governo de Jair Bolsonaro (PSL) – o setor vive um de seus melhores momentos na história. O cinema nacional é mais relevante do que nunca no circuito internacional, e a Mostra, ao invés de recuar frente às ameaças, ampliou seu alcance nas periferias e sua ocupação do espaço urbano da capital paulista.

A curadoria aposta, como já é tradição, em sessões gratuitas e de baixo custo, como as das salas do circuito SPCine e do auditório (interno e externo) do Ibirapuera. Também entra na Mostra o primeiro serviço de streaming público do Brasil, o SPCine Play. Agora, a grande novidade fica por conta das exibições no Theatro Municipal, que se realizam neste fim de semana.

Nesse contexto, a RBA selecionou algumas sessões deste primeiro fim de semana da mostra, com os filmes mais relevantes, as opções gratuitas e as exibições em espaços urbanos de encher os olhos, como é o caso do Teatro Municipal. Para retirar ingressos, é recomendável chegar com boa antecedência, visto que grande público é esperado.

Dicas para o primeiro fim de semana da Mostra (18, 19 e 20)


Teatro Municipal

Serão seis sessões durante esses três dias, todas abertas ao público e de graça. Em cartaz, filmes brasileiros premiados e/ou de grande sucesso de público. Destaque para as estreias e presenças das equipes dos filmes para debate.

Sexta-feira (18)

20h30 – A Vida Invisível, de Karim Aïnouz (2019). Estreia. Vencedor do prêmio Un Certain Regard (Um certo Olhar) em Cannes; escolhido do Brasil para concorrer ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira. Presença confirmada do diretor

Sábado (19)

16h00 – ABE, de Fernando Grostein Andrade (2018). Seleção oficial do Festival de Sundance. Protagonizado por Noah Schnapp (Stranger Things)

21h – Três Verões, de Sandra Kogut (2018); exibição especial no Festival de Toronto; protagonizado por Regina Cazé, tem como pano de fundo a operação política da Justiça Lava Jato, sob a ótica de empregados de uma família rica

Domingo (20)

16h – Turma da Mônica: Laços (2018), de Daniel Rezende; sessão especial com presença de membros da equipe; grande sucesso de público, superando 1,5 milhão de expectadores

20h30 – Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou (2019), de Bárbara Paz; premiado como melhor documentário no Festival de Veneza; marca a estreia de Bárbara Paz na direção; trata da vida do grande cineasta brasileiro e argentino Hector Babenco


Realidade virtual (VR)

Dezenove curtas serão exibidos com a ajuda de óculos de realidade virtual. Presença crescente nos maiores festivais do mundo, não é diferente nesta mostra. As sessões são gratuitas e ocorrem no Cinesesc e no circuito CEU: Aricanduva, Caminho do Mar, Meninos, Vila Atlântica, Jaçanã e ao Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes.

Os filmes:

1. 11.11.18, de Django Schrevens e Sébastien Tixador
2. -22.7: Experiência do Extremo Norte, de Jan Kounen, Molécule & Amaury La Burthe
3. A Linha, de Ricardo Laganaro
4. A Ponte, de Nikita Shalenny
5. ARMONIA, de Bracey Smith
6. AYAHUASCA – VIAGEM CÓSMICA, de Jan Kounen
7. CHUANG – ATRAVÉS DAS IMAGENS, de Qing Shao
8. CLAUDE MONET, THE WATER LILY OBSESSION, de Nicolas Thépot
9. CRIANÇAS NÃO BRINCAM DE GUERRA, de Fabiano Mixo
10. EX ANIMA, de Pierre Zandrowicz, Bartabas
11. FOGO NA FLORESTA, de Tadeu Jungle
12. GYMNASIA, de Chris Lavis, Maciek Szczerbowski
13. INTIMIDADES: POR FELIX VALLOTTON, de Martin Charrière
14. O COLECIONADOR DE SONHOS, de Mi Li
15. SEGUNDO PASSO, de Jörg Courtial
16. SHENNONG, O GOSTO DA ILUSÃO, de Zheng Wang e Mi Li
17. SONGBIRD, de Lucy Greenwell
18. ÚLTIMOS SUSPIROS: UM ORATÓRIO IMERSIVO, de Lena Herzog
19. UM OUTRO SONHO, de Tamara Shogaolu


CEU Meninos

No sábado, o CEU Meninos recebe uma sessão de gala com o filme A Vida Invisível, de Karim Aïnouz (2019), com a presença do diretor e do elenco, com entrada gratuita, às 17h. Retirada de ingressos a partir das 16h.