Bikecine

Cinema com energia gerada por bicicleta volta a São Paulo nesta quinta-feira

Evento na quadra do Sindicato dos Bancários exibe a produção ‘Mussum, o Filmis’ para 200 pessoas com ingresso gratuito. Público também poderá pedalar para participar da produção de energia

Divulgação
Divulgação
A exibição ao ar livre (às 19h) será feita por energia limpa gerada por bicicletas

São Paulo – Os paulistanos terão a oportunidade de rever uma experiência única que associa cinema, esporte e consciência ambiental. Na quinta-feira (25), o projeto BikeCine exibe Mussum, o filmis na quadra do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, no centro da capital (confira endereço abaixo).

A exibição ao ar livre (às 19h) será feita por energia limpa gerada por bicicletas, uma ideia que mobiliza o público para refletir sobre produção energética e preservação ambiental.  A sessão será gratuita, mas é preciso reservar ingressos pelo e-mail producaocineb@brazucah.com.br.

O BikeCine é um projeto de cinema itinerante que funciona apenas com energia gerada pelas bicicletas e o público tem a opção de participar pedalando. São 12 bicicletas fixas e quatro bases para acoplar as ‘bikes’, totalizando 16 estações que captam a energia gerada pelos ciclistas.

Também é possível colaborar pelo ‘pedal de mão’, ideal para diversão das crianças, idosos e pessoas com mobilidade reduzida, promovendo maior acessibilidade. O BikeCine contará com 200 cadeiras para os que não vão pedalar.

Sinopse

A cinebiografia brasileira tem base no livro Mussum – uma história de Humor e Samba, de Juliano Barreto.

A trama mostra a história real sobre a vida e trajetória de Antônio Carlos Bernardes Gomes, popularmente apelidado de Mussum, um garoto pobre, filho de empregada doméstica analfabeta e com passado militar, Mussum ficou conhecido por ter se tornado um dos maiores humoristas do Brasil.

Além de fundar o grupo musical “Os Originais do Samba”, ele encontrou seu caminho para a fama na televisão após se unir ao famoso quarteto “Os Trapalhões”.

Filme recupera a trajetória do humorista de Os Trapalhões (Imagem: Divulgação)

Pipoca e camisetas

O evento terá distribuição gratuita de pipoca e sorteio de camisetas ao final para quem preencher o questionário de uma pesquisa no celular, acessada por QRcode.

Mais sobre o BikeCine

Toda energia gerada é consumida no momento, e quanto mais rápidas forem as pedaladas, maior é a energia produzida.

Um sinalizador exibe a carga de energia em tempo real e avisa se for preciso pedalar mais. Se baixar, os ciclistas são estimulados ou convidados ao revezamento durante as sessões.

Tecnologia também nas imagens

A exibição dos filmes no BikeCine é feita na tela inflável da Airscreen, equipamento com tecnologia de ponta, que oferece projeção de alta qualidade ao ar livre. Tudo para garantir a melhor experiência ao público.

Energia limpa que não emite poluentes e não causa impactos negativos à natureza, contribuindo para a sustentabilidade do planeta. Todo o sistema consome cerca de 2500 watts por hora, já cada ciclista gera 200 watts, em média.

Cinema que pensa no planeta e no bem-estar

Além da diversão, o BikeCine busca promover a consciência ambiental, pela utilização da energia sustentável participativa. O espectador é convidado a refletir sobre o uso e consumo energético, e as formas renováveis disponíveis. Incentiva ainda, a colaboração coletiva e o uso da bicicleta como meio de transporte não só para ir ao evento, mas também em seu deslocamento no dia a dia.

O projeto está circulando por mais de 30 cidades do interior de São Paulo, com programação variada de filmes para a família e sempre com entrada gratuita. Em maio, segue ainda para outros estados como Minas Gerais e Espírito Santo.

Sobre o CineB Solar

Criado em 2007, o CineB passou a se chamar CineB Solar em 2018, quando passou a circular com uma van que gera, por meio de placas solares, a própria energia consumida nas sessões de cinema.

Já atingiu um público superior a 90 mil espectadores em mais de 700 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo.

A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar filmes produzidos no Brasil. Já foram exibidos na tela do CineB mais de 163 longas-metragens e 116 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.


Serviço

  • Data e horário: Quinta-feira (25) às 19h
  • Local: Quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo
  • Endereço: Rua Tabatinguera, 192, Sé, Centro de SP- Metrô da Sé
  • Capacidade: 200 lugares em cadeiras, 12 bikes fixas e 4 estações disponíveis para o público acoplar a própria bicicleta.
  •  Entrada gratuita



Leia também


Últimas notícias