Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 08 / Serra acusa governo de financiar 'blogs sujos'

Serra acusa governo de financiar 'blogs sujos'

por anselmomassad publicado , última modificação 19/08/2010 15h00

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, durante visita à sede da Abrinq, na quarta-feira, para assinatura de termo de compromisso com a entidade. (Rodrigo Capote/Folhapress)

São Paulo – Três dias depois de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravar uma mensagem a blogueiros que promovem a candidatura de Dilma Rousseff (PT) na internet, o candidato da oposição entrou na seara. Nesta quinta-feira (19), José Serra (PSDB) acusou a ação de "blogs sujos", financiados por dinheiro público, do governo federal. Segundo o tucano, esses blogs "dão norte do patrulhamento" promovido contra jornalistas.

O candidato não esclareceu sobre quais blogueiros ele se referia. As declarações foram feitas depois da assinatura da "Declaração de Chapultepec", um documento da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) datado de 1994. A carta de princípios prega a defesa da liberdade de imprensa e de expressão e é apoiada pela Associação Nacional de Jornais (ANJ) e outras entidades semelhantes do continente.

A carta foi assinada pelo presidente Lula em maio de 2006. Marina Silva (PV) deve firmar o termo nesta quinta e Dilma ainda não definiu a data.

Serra ainda acusou o governo federal de ter criado a TV Brasil com o intuito exclusivo de "criar empregos na área de jornalismo e servir de instrumento de poder para um partido". Tanto o patrocínio aos "blogs sujos" quanto o investimento na Empresa Brasil de Comunicação seriam "parte desta estratégia" do governo Lula.

Guerra suja

Em abril deste ano, o PT chegou a entrar com uma representação na Justiça Eleitoral contra Eduardo Graeff, coordenador político da campanha de Serra na internet. A legenda acusava o tucano de comandar uma "guerra suja" por meio de páginas intituladas como "Porra Petralhas" e "Gente que Mente". Os aliados de Dilma afirmavam, com base em denúncias de que Graeff teria articulado uma equipe para monitorar a internet e agir para atingir a honra da candidata.

Em julho, Dilma insinuou que é o tucano quem promove cerceamento de liberdade de imprensa ao "pedir a cabeça" de jornalistas que publiquem reportagens inconvenientes. Sem mencionar o nome do concorrente, em entrevista à TV Brasil e depois a O Estado de S.Paulo, a ex-ministra-chefe da Casa Civil fez alusão a uma prática imputada por críticos a Serra.

Blogueiros querem recursos

Na carta de princípios do 1º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, com início programado para esta sexta-feira (20), os ativistas reivindicam, entre outros pontos, a possibilidade de financiamento desse tipo de página. O texto menciona a necessidade de criar meios de arrecadação de publicidade "privada ou oficial" para blogs.

O texto deixa claro que, atualmente, "não existem meios sólidos de financiamento para exercer a atividade (de blogueiro) profissionalmente, ou seja, obtendo remuneração".