Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2011 / 07 / Adiado por um ano compromisso para melhorar condições de trabalho na cana

Adiado por um ano compromisso para melhorar condições de trabalho na cana

por Redação da RBA publicado , última modificação 04/07/2011 19h57

São Paulo – A Secretaria Geral da Presidência da República informou na noite desta segunda-feira (4) o adiamento da implementação do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Cana. Em um comunicado à imprensa, o ministro Gilberto Carvalho pontuou que o plano para respeitar as condições humanitárias na lavoura de cana-de-açúcar vai entrar em vigor dentro de um ano.

A decisão foi anunciada após reunião com empresários do setor sucroalcooleiro e representantes dos trabalhadores.

Leia também:

A adesão ao termo, firmado por 300 usinas em 2009, significa o compromisso de respeitar uma série de exigências trabalhistas, como a eliminação da figura do “gato” – o aliciador de mão de obra – a transparência na aferição da produção, a promoção da saúde e da segurança dos funcionários. 

O motivo para o adiamento, segundo a Secretaria Geral, é a necessidade de dar mais tempo para que empresas de auditoria independente sejam selecionadas para aferir o cumprimento das medidas. O cálculo é de que 500 mil pessoas serão beneficiadas pelo plano em um setor historicamente conhecido pelo desrespeito à legislação trabalhista.