Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 07 / Bancários e metalúrgicos concluem suas pautas para este ano

Bancários e metalúrgicos concluem suas pautas para este ano

Pauta de reivindicações de bancários e dos metalúrgicos está definida e foi amplamente discutida entre os trabalhadores
por José Mombelli publicado , última modificação 17/07/2009 12h21
Pauta de reivindicações de bancários e dos metalúrgicos está definida e foi amplamente discutida entre os trabalhadores

Após cerca de 20 encontros, entre conferências estaduais e regionais, representantes dos trabalhadores bancários de todo o Brasil definem de hoje até domingo, durante sua 11ª Conferência Nacional, a pauta de reivindicações que será apresentada aos banqueiros no mês de agosto.

A data-base da categoria bancária é 1º de setembro. 

Os bancários do estado de São Paulo levarão para o congresso  propostas de aumento real de 5%, mais a inflação projetada de 4,72%, além de participação dos lucros e/ou resultados (PLR) de três salários, mais 3.500 reais. 

Estas propostas se baseiam nas respostas da pesquisa com cerca de seis mil funcionários de bancos públicos e privados de São Paulo, Osasco e região feita pelo Sindicato. 

Na opinião do presidente da entidade, Luiz Cláudio Marcolino, a medida garante a participação dos trabalhadores em todas as etapas da campanha e dá representatividade aos integrantes do Comando Nacional dos Bancários, que negociam com os banqueiros da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). 

E os trabalhadores metalúrgicos também debatem hoje as pautas e reivindicações da categoria na primeira assembléia da campanha salarial deste ano. Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, a campanha salarial 2009 será marcada pelos contrastes causados pela crise mundial da economia, que se distribuem por todo o setor automotivo.

"É verdade as situações não estão iguais, indústrias de carros estão bem as de caminhoões não. A de autopeças que atende ao segmento de caminhões e motos não reagiu, a que atende de automóveis melhorou. Todo segmento que está voltado para a exportação perdeu bastante", comenta Marques.

Até o final da tarde de hoje, os trabalhadores metalúrgicos poderão escolher qual a prioridade desta campanha, votando na enquete que está no site do Sindicato.