Tag: fundação florestal

Na Jureia

Justiça reconhece direitos de caiçaras e impede Doria de executar demolições

Residência na Comunidade do Rio Verde, na Estação Ecológica da Jureia, estava sendo ameaçada de remoção por Fundação Florestal e o Estado de São Paulo, agora proibidos de executar ordem sob pena de multa
Remoção

Governo paulista ameaça demolir casas no litoral norte

Notificação expedida pelo Executivo estadual trata da demolição de cerca de 2 mil moradias localizadas entre a Praia Brava e Maresias, em São Sebastião

Governo do estado de SP descumpre lei e tenta expulsar moradores da Jureia

Moradores de Barra do Una, Peruíbe, litoral sul de São Paulo, correm o risco de serem expulsos da Estação Ecológica Jureia-Itatins. O governo do estado de São Paulo, por intermédio da Fundação Florestal, ligada à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, solicitou a reintegração de posse da área onde vive a família de Bruno Belchior de Oliveira. Para a União dos Moradores da Jureia – UMJ, com esse pedido de reintegração de posse o governo do estado de São Paulo descumpre a lei da Reserva de Desenvolvimento Sustentável que permite a permanência de pessoas e o desenvolvimento sustentável na região. Reportagem Marilu Cabañas. Na foto, moradores da Jureia fazem ato em apoio à família de Bruno.

Fundação Florestal tem postura autoritária com caiçaras, diz antropóloga

A Fundação Florestal, ligada à Secretaria do Meio Ambiente do estado de São Paulo, tem postura autoritária ao reformar um alojamento na comunidade do Grajaúna, na Jureia, litoral sul de São Paulo, sem ouvir os moradores. A crítica é da antropóloga Manuela Carneiro da Cunha que considera o Governo do Estado de São Paulo atrasado ao não valorizar a cultura caiçara. Pelo projeto original da obra um casal idoso fica sem passagem para o mar, importante fonte de subsistência para quem vive ali. Reportagem Marilu Cabañas. Foto: Folha Press

Líder da Jureia denuncia opressão contra caiçaras na Comissão da Verdade

A opressão que o governo paulista promove contra os moradores da Jureia, no litoral sul, foi denunciada nesta segunda-feira (25/08) na Comissão da Verdade da Assembleia Legislativa de São Paulo. A reforma de um alojamento da Fundação Florestal no Grajaúna, em Iguape, impede que o casal Nancy e Onésio do Prado (foto), de 78 e 86 anos respectivamente, tenha acesso ao mar, fonte de subsistência. Para protestar contra essa obra os caiçaras decidiram ocupar a sede no domingo (17/08) mas na última sexta-feira (22/08) foram surpreendidos pela força policial. Reportagem Marilu Cabañas.

Moradores da Jureia ocupam alojamento da Fundação Florestal

Moradores da Jureia ocupam desde domingo (17/08) o alojamento da Fundação Florestal, ligada à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, localizado na comunidade do Grajaúna, em Iguape, litoral sul de São Paulo. O protesto é contra a reforma desse alojamento que vai fechar o acesso dos caiçaras ao mar, uma das fontes de sobrevivência dos habitantes. Reportagem Marilu Cabañas.

últimas notícias

Mais Lidas