Home Política Ex-marqueteiro de Serra é preso nos EUA por caixa dois de meio milhão de dólares
desvio

Ex-marqueteiro de Serra é preso nos EUA por caixa dois de meio milhão de dólares

'Guru' que trabalhou para tucano em 2010 teria alimentado campanhas políticas de San Diego, na Califórnia, com dinheiro ilegal
Publicado por Redação RBA
11:58
Compartilhar:   
CC / Wikimedia
RaviSinghl.jpg

Ravi Singh, guru do marketing para vários políticos, inclusive de José Serra

São Paulo – O FBI, a polícia federal norte-americana, prendeu na semana passada o marqueteiro Ravi Singh, que em 2010 trabalhou na campanha presidencial de José Serra (PSDB).

Singh é acusado de fazer caixa dois em campanhas eleitorais de San Diego, na Califórnia. Ele teria ajudado um empresário mexicano a repassar ao menos meio milhão de dólares não contabilizados a políticos locais. As informações são do jornal San Diego Union-Tribune.

A cidade fica próxima da fronteira com o México, o que explica o interesse de empresários daquele país nas eleições locais. Mas eles não podem doar dinheiro oficialmente às campanhas porque a legislação dos EUA – como a do Brasil – não permite interferência estrangeira no processo eleitoral.

Singh, de origem indiana, se apresenta como “Guru da Internet” e costuma aparecer em público usando turbante. Em 2010, foi contratado pela campanha de Serra para organizar o trabalho dos tucanos nas redes sociais.

O contato inicial com Singh teria sido feito pela filha do próprio candidato, Verônica Serra, que fez carreira e fortuna com negócios na internet e em consultorias para grandes corporações dos EUA.

Devido a atritos com outros integrantes da equipe de Serra, o “Guru” e sua empresa, a Election Mall, ficaram apenas 20 dias na campanha tucana.

registrado em: ,