Dois senhores

‘Aguardo com serenidade’ julgamento sobre cassação de mandato, diz Afif

Ontem, presidenta da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia marcou reunião extraordinária para a próxima terça-feira

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Afif em Brasília

No cargo de vice-governador de São Paulo, Afif participa de reunião em Brasília

São Paulo – O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, disse hoje (13) que espera com tranquilidade a manifestação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de São Paulo sobre o pedido de cassação que tramita no colegiado, do deputado Carlos Giannazi (Psol). “Estou aguardando com muita serenidade a manifestação da maioria Comissão de Justiça.” Ele deu a declaração durante reunião da Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas, na Câmara dos Deputados.

Na terça-feira, o deputado Cauê Macris (PSDB) apresentou seu parecer ao colegiado, favorável ao prosseguimento do pedido de cassação de mandato de Afif em São Paulo, por acumular desde maio o cargo estadual com o de ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa do governo federal. Ontem, a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB), presidenta da comissão no Parlamento paulista,  dando seguimento ao processo, convocou reunião extraordinária para a próxima terça-feira (18), às 15h, para analisar o parecer de Macris.

Em discurso na tribuna da Assembleia na terça, Giannazi pediu aos membros da comissão “para que haja celeridade e o processo possa chegar rapidamente ao plenário”. Em outra frente, o parlamentar do PSOL articula para tentar convencer os líderes a aprovar o regime de urgência do pedido de cassação. Ele diz ser “inadmissível” que Afif “sirva a dois senhores”.

O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa Elias, manifestou-se favoravelmente ao pedido de perda de mandato.

Esta semanada, Afif está afastado do cargo federal para assumir interinamente a vaga de governador. O titular, Geraldo Alckmin, está em viagem à França.

Com informações da Agência Brasil

Leia também

Últimas notícias