Você está aqui: Página Inicial / Esportes / jogos-olimpicos / Governo do Rio planeja investir R$ 2,2 bilhões para limpar Baía de Guanabara até 2016

Governo do Rio planeja investir R$ 2,2 bilhões para limpar Baía de Guanabara até 2016

por Vladimir Platonow publicado 06/10/2009 13h53, última modificação 06/10/2009 13h54

Rio de Janeiro - A secretária de Ambiente do Rio, Marilene Ramos, afirmou nesta terça-feira (6) que as águas da Baía de Guanabara estarão com uma qualidade bem melhor do que a atual até as Olimpíadas de 2016. Para isso, o governo do estado espera investir R$ 2,2 bilhões no tratamento de esgotos de toda a Região Metropolitana até 2013, que passará dos atuais 33% dos resíduos líquidos tratados para 60%.

“Pretendemos apoiar o Comitê Olímpico e as prefeituras que estarão envolvidas com o projeto para que o legado ambiental seja uma das heranças mais expressivas das Olimpíadas. Eu tenho certeza de que teremos a alegria de chegar em 2016 com uma Baía de Guanabara bastante limpa”, afirmou Marilene.

Segundo ela, os investimentos também vão se refletir na melhoria de qualidade da água do sistema lagunar de Barra e Jacarepaguá, assim como já feito com a Lagoa Rodrigo de Freitas, que atualmente apresenta índices de poluição bastante baixos.

“A questão ambiental não fica somente no âmbito da prefeitura do Rio de Janeiro. São problemas regionais e metropolitanos que precisam ser enfrentados”, disse a secretária, durante o lançamento do projeto de gestão integrada da Baía da Ilha Grande, em Angra dos Reis.

O projeto prevê investimento de R$ 16,8 milhões para a região, que apesar de ainda ter uma boa cobertura florestal, é bastante afetada pela ocupação humana, o que se reflete em um forte processo de especulação imobiliária e consequente devastação ambiental. Além disso, ali também estão localizadas as usinas nucleares de Angra 1 e 2 e futuramente Angra 3.

Fonte: Agência Brasil

registrado em: ,