Você está aqui: Página Inicial / Esportes / 2011 / 07 / Corinthians entrega garantias financeiras do Itaquerão para a Fifa

Corinthians entrega garantias financeiras do Itaquerão para a Fifa

por Redação da RBA publicado , última modificação 12/07/2011 15h07

Maquete do estádio de futebol do clube paulista Corinthians (Foto: Divulgação)

São Paulo - As garantias financeiras do Corinthians para a construção do estádio em Itaquera, zona leste da capital paulista, foram entregues um dia antes do fim do prazo ao Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de Futebol. Os documentos teriam de ser encaminhados até esta terça-feira (12). A Federação Internacional de Futebol (Fifa), em seu site, não informou sobre o tempo de análise dos dados.

Os documentos contêm detalhes sobre a origem das verbas utilizadas para custear a obra do estádio pela Odebrecht, empreiteira encarregada. O projeto ainda não foi assinado entre clube e construtora, e está orçado em cerca de R$ 950 milhões. Enquanto o Corinthians tenta reduzir o valor para R$ 800 milhões, a empresa tenta ampliar a margem para lidar com imprevistos.

O futuro estádio do Corinthians é o indicado pela capital paulista para receber o jogo de abertura da Copa de 2014. Há duas semanas, depois de uma intensa discussão entre os vereadores, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou a isenção de cerca de R$ 420 milhões de impostos para as obras da arena. Os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) oferecidos pela administração municipal podem ser vendidos no mercado financeiro.

Outra parte deve vir do financiamento de R$ 400 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O banco não aceita o patrimônio do Corinthians ou a formação de uma empresa de propósito específico como garantias. Espera-se que um banco repassador do empréstimo seja envolvido na operação.

Caso o valor ultrapasse os R$ 800 milhões, a diferença ficaria sobre responsabilidade do clube. Uma das possibilidades em estudo seria atrair patrocinadores com naming rights (direito de nomear o empreendimento).