Home Cidadania Motoristas de ônibus de SP prometem parar na manhã desta sexta-feira
Manutenção do emprego

Motoristas de ônibus de SP prometem parar na manhã desta sexta-feira

Contra redução da frota municipal, motoristas paralisaram dois terminais na região central nesta quinta, e prometem não sair das garagens amanhã
Publicado por Tiago Pereira, da RBA
15:35
Compartilhar:   
Paulo Pinto /Fotos Publicas

Sindicato afirma que prefeito Bruno Covas (PSDB) se recusa a dialogar com a categoria

São Paulo – Motoristas de ônibus da cidade de São Paulo realizaram nesta quinta-feira (5) um protesto contra a redução da frota promovida pela prefeitura. No final da manhã, os terminais Bandeira e Dom Pedro II, na região central da capital, foram bloqueados pelos motoristas.  Eles se dirigiram até a sede do governo municipal para reivindicar a manutenção dos postos de trabalho.

Segundo informações do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas), foram retirados 450 ônibus de circulação e até o final do ano o número deve aumentar para mil. Em nota divulgada também nesta quinta (5), o Sindmotoristas afirma que “amanhã, os veículos não sairão das garagens”.

Os motoristas afirmam que fizeram “inúmeras tentativas” de diálogo com o prefeito, Bruno Covas (PSDB), mas não obtiveram sucesso. Já o prefeito alega que “não atua diretamente” com os motoristas. “A nossa atuação é em cima das empresas concessionárias para que a população não saia prejudicada.”

Covas também determinou, em junho, a extinção da função de cobrador. A justificativa é que o custo de manutenção da função não compensa o número de tarifas pagas em dinheiro – cerca de 5% do total de passagens.  “Várias cidades já modernizaram com a questão do fim do cobrador”, alega o prefeito.