Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2010 / 06 / Parada LGBT pede voto contra homofobia na Parada 2010

Parada LGBT pede voto contra homofobia na Parada 2010

por Redação da RBA publicado 02/06/2010 12h06, última modificação 02/06/2010 12h15

Colorido de edições anteriores, como 2009, deve ter menos espaço, segundo os organizadores (Foto: Gerardo Lazzari)

São Paulo – Na 14ª edição, a Parada do Orgulho LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais – volta-se ainda mais a temas políticos e eleitorais. O tema da mobilização é "Vote Contra a Homofobia: Defenda a Cidadania!" São esperadas 3 milhões de pessoas para a manifestação deste domingo (6) na avenida Paulista, programada das 12h às 19h30.

A organização promete substituir as cores do arco-íris por preto e branco nos 18 trios elétricos. Segundo Manuel Zanini, um dos coordenadores das atividades, explica que a opção corresponde a uma mudança de estratégia. "Nós já passamos a fase de buscar visibilidade e as cores do arco-íris são, neste ano, nesta fase, um detalhe. Nós queremos agir direto. Ir para Brasília e pressionar os governantes", explicou.

"O voto deve ser dado aos que assumidamente defendem a causa LGBT", sugere Alexandre Santos, presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT. "Isso não é um recado só para nós. Mas para todos que querem eleger um país mais democrático. Você se lembra em quem votou? Quais declarações públicas que ele ou ela tem feito sobre nós? O que fez para a população LGBT? Implementou políticas públicas para nós?", questiona.

Os ativistas lembram que a opção por questões políticas sempre esteve presente na Parada. A decisão de assumir uma posição de ação direta política, explica Zanini, foi tomada após o movimento perceber que a população LGBT continuava, apesar das inúmeras campanhas, a sofrer preconceito e violência. De acordo com os organizadores, em 2009, 198 pessoas foram mortas no país em razão da opção sexual. A intenção agora é mostrar a força do grupo na escolha dos próximos governantes.

Além da Parada, uma série de eventos ocorrem desde terça-feira (1º) até o fim do mês do orgulho LGBT. Um ciclo de debates está programado a partir da próxima semana, além de uma feira cultural e também festa. Nesta sexta-feira (5), o Playcenter, na zona norte, abriga o 10º Gay Day.

Clique aqui para acessar a programação.

Com informações da Agência Brasil