Revista do Brasil – Edição 27

Crônica

As charadas de 1968

Os cinemas, os salários, empregos, a educação, o transporte, Nixon, De Gaulle e os passatempos que não existem mais. Tudo estava no jornal censurado que não saiu
Carta ao Leitor

Silêncio nada inocente

opinião

Farsa ou tragédia

Combater uma inflação importada, sacrificando o crescimento econômico e a elevação dos salários, é retroceder de modo injustificável na agenda do desenvolvimento e da distribuição de renda
Pasquale

Trânsito lento para a Barra

Certa vez, O Globo publicou na primeira página a frase que está no título desta coluna. Como se deve ler essa manchete?
Brasil

Polícia para quem precisa

Orientada a abandonar a subserviência a interesses de governantes, a Polícia Federal passou a desbaratar quadrilhas e a perturbar gente habituada à impunidade
Ponto de Vista

A corrupção planejada

Os teóricos da moeda e os operadores das privatizações fecharam o círculo para o assalto ao Estado, com apoio decisivo do então presidente FHC, aquele que se definiu como “mais inteligente do que vaidoso”
Em Transe

Chegou por aqui o 3G

Falar ao telefone vendo quem está na outra ponta da linha. Navegar na internet com rapidez e baixar arquivos de áudio, vídeo ou texto. Os serviços da terceira geração do celular, a 3G, já estão aí. Mas ainda custam muito caro
política

Como foi com Al Capone

O famoso gangster americano não titubeava em comprar juízes, policiais, advogados, autoridades e jornalistas, tampouco em eliminar os inimigos. Mas não foi por isso que acabou na cadeia
1 2

últimas notícias

Mais Lidas