Para ajudar mais

Agências dos Correios de todo o Brasil recebem doações para o Rio Grande do Sul

O presidente da empresa, Fabiano da Silva dos Santos, anunciou nesta sexta (10) a ampliação da campanha de arrecadação

Reprodução
Reprodução

São Paulo – O presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, anunciou nesta sexta-feira (10) que todas as agências do país passaram a receber e enviar doações para o Rio Grande do Sul. “Acabamos de expandir nossa campanha de arrecadação de doações. Agora TODAS as agências dos Correios recebem o material. Faltava apenas a região Centro-Oeste e Norte. Mas já preparamos nossa logística para dar respostas rápidas”, escreveu em perfil oficial na rede X, antigo Twitter.

“Destaco que já entregamos mais de 1.000 toneladas de doações por meio de nossas carretas. É uma operação gigantesca que só uma empresa pública forte é capaz de executar! Essa a importância estratégica da decisão do presidente @LulaOficial de não permitir a privatização”, completou o presidente dos Correios.

Mais de 10 mil unidades dos Correios

O comunicado foi replicado também na rede social dos Correios. “Acabamos de expandir nossa campanha de arrecadação de doações. Agora, todas as agências dos Correios recebem o material. Faltava apenas a região Centro-Oeste e Norte. Mas já preparamos nossa logística para dar respostas rápidas”, anunciou a empresa.

Além de receber as doações, os Correios também fazem o transporte gratuito até as zonas atingidas.

A iniciativa vai beneficiar a população gaúcha, que sofre com as enchentes desde o final de abril. E também brasileiros solidários de todos os pontos do país que poderão levar seus donativos na agência dos Correios mais perto de sua casa ou de onde trabalha. Por essa razão tem sido elogiada.

Segundo balanço mais recente, o Rio Grande do Sul já soma 116 mortos, 756 feridos, 143 desaparecidos, 408,1 mil pessoas fora de casa. De todos os 497 municípios, 437 têm algum tipo de problema relacionado aos temporais. Ao todo são 1,9 milhão de pessoas afetadas. Uma catástrofe sem precedentes.

Confira mais algumas manifestações de apoio:

Leia também:



Leia também


Últimas notícias