Você está aqui: Página Inicial / Política / 2017 / 06 / Pesquisa CUT-Vox Populi: 89% querem eleições diretas

Ladeira abaixo

Pesquisa CUT-Vox Populi: 89% querem eleições diretas

Segundo levantamento, 85% acham que Temer deve ter o mandato cassado pelo TSE. Avaliação negativa do presidente sobe de 65% para 75%
por Redação RBA publicado 05/06/2017 17h35, última modificação 06/06/2017 15h06
Segundo levantamento, 85% acham que Temer deve ter o mandato cassado pelo TSE. Avaliação negativa do presidente sobe de 65% para 75%
Coletivo Diretas Já
Diretas Já

Para 89% dos entrevistados, o novo presidente, em caso de cassação de presidente pelo TSE, deveria ser escolhido por eleição direta, número semelhante ao do levantamento anterior (90%), divulgado em abril

São Paulo – Pesquisa CUT-Vox Populi divulgada na tarde desta segunda-feira (5) mostra que a ampla maioria dos brasileiros defende a cassação de Michel Temer e quer eleições diretas para escolher seu substituto. A sondagem, realizada entre sexta (2) e domingo (4), conta com 2 mil entrevistas em 118 municípios do país.

De acordo com a pesquisa, quando perguntados se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve cassar o presidente em função de irregularidades cometidas na campanha que elegeu a chapa Dilma/Temer, 85% acreditam que ele deveria perder o mandato, enquanto 8% discordam. Para 89%, o novo presidente, em caso de cassação, deveria ser escolhido por eleição direta, número semelhante ao do levantamento anterior (90%), feito em abril. Os que defendem a escolha por via indireta somam 5%. O TSE começa a julgar o caso amanhã, em sessão marcada para as 19h (6).

À pergunta sobre o desempenho de Michel Temer à frente da Presidência da República, 75% dos entrevistados avaliam seu governo como ruim/péssimo, ante 65% da última sondagem. Somente 3% consideram o governo bom/ótimo. A impopularidade de Temer é maior na região Nordeste, onde 83% apontam seu desempenho como ruim/péssimo. O presidente é mais rejeitado entre as mulheres: a avaliação negativa chega a 77%. Entre os homens, é de 73%.

“Ninguém quer mais um golpe que coloque na Presidência outro subordinado ao mercado”, diz o presidente da CUT, Vagner Freitas. “Além da tragédia do desemprego que está batendo à porta de mais de 14,5 milhões de brasileiros, com os golpistas, seja Temer ou outro que ocupe seu lugar pelo voto indireto, corremos o risco de perder a aposentadoria, a CLT e programas sociais de combate a fome e a miséria”, aponta.

Acesse a pesquisa completa:

Pesquisa CUT-VOX Junho 2017 by redebrasilatual on Scribd

Leia também: