Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2017 / 05 / Morre Kid Vinil, aos 62 anos, em São Paulo

professor do rock

Morre Kid Vinil, aos 62 anos, em São Paulo

Cantor, produtor, radialista, apresentador e escritor, ícone do rock nacional estava internado desde 18 de abril após passar mal durante um show
por Redação RBA publicado 19/05/2017 18h55, última modificação 19/05/2017 18h59
Cantor, produtor, radialista, apresentador e escritor, ícone do rock nacional estava internado desde 18 de abril após passar mal durante um show
reprodução/facebook
kid vinil.jpg

Nos últimos anos, o artista viajou o país se apresentando como DJ da banda Kid Vinil Xperience

São Paulo – Morreu hoje (19), aos 62 anos, o cantor e produtor Kid Vinil. A causa da morte teve relação com complicações devido a um edema. Kid estava internado no Hospital da Luz, em São Paulo, e em coma induzido desde 18 de abril, após passar mal durante uma apresentação em Conselheiro Lafaiate (MG).

Antônio Carlos Senefonte, mais conhecido como Kid Vinil, é um importante nome na história do rock nacional dos anos 1980. Ficou famoso como vocalista do grupo Magazine, com canções como Tic Tic Nervoso e Sou Boy. Ele também trabalhou como radialista, escritor e apresentador de televisão, se destacando em programas como o Lado B, da MTV, e o Boca Livre, da TV Cultura. No começo dos anos 1980, incentivou o início do movimento punk em São Paulo, quando tocava na banda Verminoise.

Personalidades de diferentes áreas deixaram seu adeus ao músico pelas redes sociais. João Gordo e Luiz Thunderbird se referiram ao Kid como “amigo e professor”. A cartunista Laerte Coutinho também deixou a lembrança: “Foi demais!”, disse.

Nos últimos anos, viajou o país se apresentando como DJ da banda Kid Vinil Xperience, além de apresentar o Programa do Kid Vinil, na rádio 89. O jornalista Ricardo Gozzi escreveu, em parceria com o músico Duca Belintan, sua biografia: Um Herói do Brasil.