Home Trabalho Setor público e bancos lideram lista de processos no TST
Justiça do Trabalho

Setor público e bancos lideram lista de processos no TST

Ranking inclui empresas com mais de 100 ações na última instância do Judiciário trabalhista. União tem quase 16 mil. Incluídas todas as áreas, relação tem ainda telefonia e comércio varejista
Publicado por Redação RBA
12:04
Compartilhar:   
Divulgação
TST.jpg

TST: levantamento faz parte das metas de plano para reduzir em 2% o acervo dos dez principais litigantes

São Paulo – União, Petrobras, bancos públicos e privados se destacam na lista das empresas com maior número de processos no Tribunal Superior do Trabalho (TST), divulgada nesta semana. O ranking inclui empresas com mais de 100 ações na última instância da Justiça trabalhista. Com quase 16 mil processos, a União está no topo, seguida da Caixa Econômica Federal, com 11.883, o Banco do Brasil (10.890), a Petrobras (10.833) e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (6.831). Logo depois, o Itaú Unibanco (5.434) e o Santander (5.082).

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) também divulgou, com base em dados do TST e dos 24 Tribunais Regionais (TRTs), uma lista com os principais responsáveis por processos de 2015. “Bancos, varejo, telefonia, produtoras de petróleo, siderúrgicas, construtoras, empresas públicas, mineradoras e produtoras de alimentos figuram entre as maiores litigantes em âmbito nacional”, diz nota do TST.

Segundo o tribunal, esse levantamento faz parte das metas do chamado Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2015-2020, que pretende identificar e reduzir em 2% o acervo dos dez principais litigantes. “A divulgação visa a reduzir o quantitativo de processos acumulados das pessoas jurídicas ou físicas que detêm a maior concentração de ações nos TRTs e TST.”

No maior TRT do país, o da 2ª Região, que abrange a Grande São Paulo e a Baixada Santista, destacam-se Vivo, Itaú Unibanco, Bradesco, Pão de Açúcar, Casas Bahia, Santander, Atento Brasil, Claro, Fundação Casa e Carrefour. Somadas, têm 47.149 processos, sendo 41.136 na primeira instância (Varas) e 6.013 na segunda (TRT).

Para tentar reduzir o número de processos por meio de acordos, o Judiciário promove anualmente a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Neste ano, o evento está marcado para 13 a 17 de junho.