Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 04 / Em novo protesto, incêndio na usina de Jirau destrói alojamentos

Em novo protesto, incêndio na usina de Jirau destrói alojamentos

por virginiatoledo publicado 03/04/2012 18h52, última modificação 03/04/2012 19h20

São Paulo - Por volta das 23h de ontem (2), alojamentos no canteiro de obras da hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, foram incendiados. O episódio é o mais recente da crise que afeta algumas das principais obras do país e que se agravou recentemente com paralisações em três construções de hidrelétricas, inclusive em Jirau. Segundo Franciscos das Chagas, secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Rondônia, o incêndio foi ocasionado por trabalhadores já dispensados das obras. Ainda de acordo com ele, há ali uma disputa entre sindicatos, o que possivelmente, contribuiu para o episódio.

"O incêndio não foi causado por todos os trabalhadores. Foi por uma moçada, que já foi dispensada da obra, mas que ainda continua lá", afirmou Chagas.

Segundo nota divulgada pela Camargo Corrêa, empresa responsável pelo empreedimento, cerca de 30 dos 100 alojamentos foram destruídos. A obra está parada, embora o clima no local seja de "estabilidade", afirmou na nota. A empresa disse também que o incêndio foi provocado por "atos de vandalismo". Não houve registro de vítimas.

Nem a presença de tropas da Força Nacional, chamada na semana passada para reforçar o controle em meio à crescente insatisfação dos trabalhadores, e da Polícia Militar, foi suficiente para conter a indignação dos operários.

As atividades no canteiro de Jirau tinham sido retomadas ontem, depois de uma paralisação de 26 dias, motivada por reivindicações dos trabalhadores por aumento de salários, entre outros itens. Representantes dos trabalhadores e dos empreendedores tinham aprovado uma proposta de antecipação de reajustes de salários de até 7% e do valor da cesta básica para até 220 reais, além de não desconto dos dias parados que seriam compensados futuramente.

Com informações da ONG Repórter Brasil

 

registrado em: , , , ,