Amapá

Eleição atrasada em Macapá terá Josiel (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) no segundo turno

Eleição foi adiada por causa de 22 dias de apagão no Amapá. Josiel Alcolumbre ficou em primeiro com 29,45%. Dr. Furlan teve 16,03%

Reprodução
Josiel e Furlan decidirão segundo turno no próximo dia 20

São Paulo – O segundo turno da eleição municipal em Macapá será decido no próximo dia 20, entre Josiel Alcolumbre (DEM), irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o deputado estadual Dr. Furlan (Cidadania). Josiel ficou 59.511 votos (29,47% dos válidos) e Dr. Furlan teve 32.369 (16,03%).

A capital do Amapá tem cerca de 292.718 eleitores aptos a votar, mas 217.161 (35%) não compareceram, reproduzindo a elevada taxa de abstenção que marcou as eleições de 2020 em todo o país. Houve ainda 15.252 votos brancos e nulos (7%).

Capiberibe (PSB) ficou em terceiro, com 30.160 votos (14,94%). Em seguida, ficaram Cirilo Fernandes (PRTB), 23.588 (11,68%), Patrícia Ferraz (Pode), 22.761 (11,27%), Paulo Lemos (Psol), 7.998 (3,96%), Haroldo Iram (PTC), 4.022 (1,99%), Professor Marcos (PT), 3.075 (1,52%) e Gianfranco (PSTU) 1.243 (0,62%). Guaracy (PSL), com 17 mil votos, está com a candidatura sub judice.

Macapá era a única capital onde não havia ocorrido eleição municipal. As eleições foram adiadas por conta do apagão que deixou 13 dos 16 municípios no escuro por 22 dias.