Home Política Manifestantes em marcha por Lula Livre se encontram em Brasília nesta terça
por democracia

Manifestantes em marcha por Lula Livre se encontram em Brasília nesta terça

Trabalhadores passarão o dia na capital federal para, nesta quarta-feira (15), juntam-se no grande ato público para acompanhar o registro no TSE da candidatura de Lula à Presidência da República
Publicado por Redação RBA
09:26
Compartilhar:   
Matheus Alves/BDF
Marcha Lula Livre

Trabalhadores sem-terra partiram de três pontos diferentes do Planalto Central, marcharam 50 quilômetros e se juntam à manifestação pelo registro da candidatura de Lula, nesta quarta

São Paulo – As três colunas camponesas que marcham há quatro dias em defesa do restabelecimento da democracia no país e pela candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) às eleições deste ano se encontram na manhã desta terça-feira (14) em Brasília. O encontro das colunas Tereza de Benguela (com militantes da Amazônia e Centro-Oeste), Ligas Camponesas (Nordeste) e Coluna Prestes (Sul e Sudeste) deve ocorrer por volta das 10h30, próximo à Fonte da Luminosa da Torre de TV, no centro da capital federal.

Juntas, as três colunas reunirão cerca de 5 mil militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de outras organizações de trabalhadores do campo, que estarão em Brasília para o grande ato público, organizado pelas centrais sindicais e frentes populares, que vai marcar o registro oficial no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de Lula como postulante à Presidência da República, nesta quarta-feira (15).

integrante da direção nacional do MST Rosa Maria diz que o encontro das três colunas deve ser marcado por “muita mística”, e destaca o entusiasmo e a capacidade de resistência dos participantes, que partiram no último sábado (10) de três pontos diferentes do Planalto Central e caminharam cerca de 50 quilômetros até a capital. A Coluna Prestes partiu da cidade de Luziânia, em Goiás. No mesmo estado, da cidade de Formosa, partiram os integrantes da Coluna Ligas Camponesas (Nordeste). E de Engenho das Lages, no Distrito Federal, a Coluna Tereza de Benguela. 

Vamos ver, rever e até mesmo conhecer companheiros e companheiras de luta, que marcharam por Lula Livre e contra os retrocessos da reforma agrária e dos direitos dos trabalhadores. Temos absoluta certeza que a retomada da democracia se dá com povo na rua”, disse a ativista. 

Após o encontro, os integrantes da Marcha Nacional Lula Livre devem se dirigir para o estacionamento localizado entre o estádio Mané Garrincha e o ginásio Nilson Nelson, no centro de Brasília, onde ficarão acampados em preparação para as atividades de registro da candidatura de Lula nesta quarta-feira.

Na segunda-feira (13), a marcha recebeu a visita do arquiteto, artista e ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, prêmio Nobel da Paz, a deputada espanhola do Podemos, Maria Spinoza, além da presidenta e da vice da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marianna Dias e Jessy Daiane.