história

TVT traz hoje terceiro episódio sobre a vida e obra de Paulo Freire

Série documental trata neste sábado do exílio do educador na Suíça, vivência que repercutiu em seu trabalho

reprodução / divulgação
No exílio, Freire prestou consultoria educacional a governos de países pobres, a maioria no continente africano

São Paulo – A TVT exibe a partir das 21h deste sábado (23), em parceria com o SescTV, o terceiro episódio de uma série de cinco episódios sobre o educador Paulo Freire. Dirigida por Cristiano Burlan, a série documental Paulo Freire – Um homem no mundo trata no episódio de hoje do exílio na Suíça e sua importância na vida do educador. O documentário, com o título O Exílio, mostra o quanto essa vivência repercutiu em seu trabalho e traz, ainda, seus depoimentos e de pessoas com as quais conviveu. A coragem de colocar em prática um trabalho de educação libertadora, que identifica a alfabetização com um processo de conscientização, fez de Freire um dos primeiros brasileiros a serem exilados pela ditadura militar.

Acusado de subversão e preso em 1964, durante 72 dias, partiu para o exílio no Chile, onde trabalhou por cinco anos no Instituto de Capacitação e Investigação em Reforma Agrária (Icira) e escreveu seu principal livro: “Pedagogia do oprimido” (1968). Freire ainda passou por Estados Unidos e Suíça. Nesse período, prestou consultoria educacional a governos de países pobres, a maioria no continente africano.

Os próximos episódios serão: “Do Pátio do Colégio à Pedagogia do Oprimido” (que aborda seu retorno ao Brasil); e “O mundo não é, está sendo” (a respeito das bases da formação do educador). O grupo musical Cia do Tijolo e o cantor e compositor Chico César participam deste último. Além dos sábados às 21h, o programa será exibido aos domingos, às 14h. Na semana passada, o segundo episódio foi “As 40 horas de Angicos”. A obra mostra a experiência de alfabetização realizada no sertão do Rio Grande do Norte. Ex-alunos e professores são entrevistados. O programa inclui depoimentos do próprio Freire.


Clique aqui para assistir ao episódio O Exílio

Primeiro episódio: A Formação do Pensamento

Segundo episódio: As 40 Horas de Angicos

Quarto episódio: Do Pátio do Colégio à pedagogia do oprimido

Quinto episódio: O Mundo Não É, Está Sendo


“Angicos tornou-se uma palavra emblemática para todos aqueles que se interessam pela educação popular. A cidadezinha localizada no sertão do Rio Grande do Norte foi o palco em que, pela primeira vez, Paulo Freire, em princípios de 1963, pôs em prática o seu famoso método de alfabetização de adultos. Dessa maneira, o trabalho, que até então era desenvolvido de forma incipiente no Recife, ganhou grande visibilidade em níveis nacional e internacional”, descreve José Willington Germano, professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).


Leia também


Últimas notícias