Enem será nos dias 5 e 6 de dezembro

Candidatos podem alterar escolha de onde farão a prova. Vestibulares de quatro instituições – UnB, UFSC, UFJF e Uerj – serão alterados para não coincidir com a prova

A nova data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi definida pelo Ministério da Educação (MEC) nesta terça-feira (6). As provas acontecem nos dias 5 e 6 de dezembro, o primeiro final de semana do mês. A data foi definida após reunião com o ministro da Justiça, Tarso Genro.

Segundo o ministro Fernando Haddad, o horário das provas está mantido. Os exames começam às 13h (horário de Brasília), tanto no sábado como no domingo.

A realização do exame deverá ficar a cargo do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) e da Fundação Cesgranrio, segundo informou o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Reynaldo Fernandes, na segunda-feira (5).

Os ministros discutiram questões ligadas à logística e à segurança na elaboração e aplicação das provas. Também estava em pauta os resultados das investigações da Polícia Federal para identificar os responsáveis pelas fraudes. As conclusões da conversa não foram divulgadas.

O contrato com o Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção (Connasel), responsável pela realização do Enem, foi rompido. Na quinta-feira (1º), o exame foi adiado depois de denúncia do jornal O Estado de S. Paulo de que a prova tinha vazado.

Nos anos anteriores, Cespe e Cesgranrio haviam vencido as licitações para aplicar o Enem, mas em 2009 não se candidataram. Agora, o contrato deverá ser feito em caráter emergencial, sem necessidade de processo licitatório.

É possível que haja participação de alguns parceiros como os Correios e a Força Nacional na realização da nova prova. O anúncio oficial de todo o esquema será feito na quarta-feira (7) pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.

Opção

A partir desta quarta-feira (7), os candidatos já podem solicitar alteração do município onde pretendem realizar a prova. A mudança será feita pela página do Inep na internet. A decisão é uma resposta às reclamações de inscritos na prova alocados em municípios diferentes do local onde moram.

Segundo o instituto, alguns candidatos tinham selecionado o município errado no momento da inscrição. Foram recebidas cerca de 400 ocorrências desse tipo.

Os locais de prova definitivos deverão ser anunciados posteriormente pelo MEC. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 61 61 61.

Outros vestibulares

Pelo menos quatro instituições públicas de ensino superior terão de alterar as datas de seus processos seletivos. Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Fundação Getúlio Vargas e Universidade Estadual Paulista (Unesp) tinham vestibular agendado para o primeiro fim de semana de dezembro.

Segundo Haddad, os reitores dessas instituições colocaram a data “à disposição” para que as provas do Enem fossem remarcadas. “Elas podem decidir ou não mudar, mas elas foram contactadas e liberaram as datas para divulgarmos os novos dias do Enem. Essas instituição estão dispostas a fazer ajustes nos calendários delas em proveito de um projeto estratégico para o país”, disse Haddad. 

A UnB já anunciou que adiará o Programa de Avaliação Seriada (PAS) para os dias 12 e 13 de dezembro para que não haja choque com o Enem. Em nota, a Uerj também afirma que apresentará nova data para a sua segunda fase, antes marcada para os dias 5 e 6 de dezembro, para que não haja prejuízo para os candidatos inscritos.

Com informações da Agência Brasil

Leia também

Últimas notícias