Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2012 / 10 / PF prende ex-presidente do Banco Cruzeiro do Sul

PF prende ex-presidente do Banco Cruzeiro do Sul

Luis Octavio Índio da Costa, primo do vice de José Serra em 2010, é acusado de fraudes e lavagem de dinheiro
por Agência Brasil publicado 23/10/2012 09h31, última modificação 23/10/2012 09h35
Luis Octavio Índio da Costa, primo do vice de José Serra em 2010, é acusado de fraudes e lavagem de dinheiro

São Paulo – A Polícia Federal (PF) prendeu ontem (22) o ex-presidente do Banco Cruzeiro do Sul, Luis Octavio Índio da Costa, em um condomínio em Cotia, na Grande São Paulo. Costa será indiciado por crimes contra o sistema financeiro e contra o mercado de capitais e lavagem de dinheiro. A prisão preventiva decretada pela Justiça é resultado de inquérito aberto para apurar as fraudes contábeis apontadas pelo Banco Central no Cruzeiro do Sul.

Em setembro, a Polícia Federal  já havia cumprido mandatos de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo contra ex-controladores do banco. A PF acreditava que os locais investigados, uma residência na capital paulista e uma empresa no Rio de Janeiro, poderiam estar servindo de esconderijo para bens adquiridos ilicitamente.

Também em setembro, o Banco Central havia decretado a liquidação extrajudicial do banco que estava sob intervenção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), na tentativa de proteger os depósitos dos clientes da instituição. Investigações apontam que  foram criados resultados positivos artificialmente nas demonstrações financeiras para conseguir o pagamentos indevidos a acionistas e controladores.