Você está aqui: Página Inicial / Cidades / 2013 / 01 / UPPs são instaladas nas comunidades do Jacarezinho e Manguinhos, no Rio

UPPs são instaladas nas comunidades do Jacarezinho e Manguinhos, no Rio

por Agência Brasil publicado 16/01/2013 15h39, última modificação 16/01/2013 16h57

Rio de Janeiro – O governo do Rio inaugurou hoje (16) duas unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nos complexos do Jacarezinho e Manguinhos, na zona norte da cidade. Com isso, a cidade passa a ter 30 UPPs, quatro anos após à instalação da primeira, no dia 19 de dezembro de 2008, na comunidade Dona Marta, em Botafogo, na zona sul.

As UPPs terão efetivo de 1.131 policiais militares que irão patrulhar 20 comunidades nos complexos de Manguinhos e Jacarezinho a pé, com viaturas e também com motocicletas.

Em outubro passado, a polícia ocupou o conjunto de comunidades. “Primeiro, as tropas especiais ocupam, fazem o processo de estabilização e depois entra a tropa da UPP, assumindo a responsabilidade do policiamento, buscando proximidade com a comunidade para trazer as melhorias que os moradores querem”, explicou capitão Marcelo Martins, responsável pelo policiamento na comunidade de Manguinhos.

Com a UPP, os moradores pedem que serviços básicos cheguem à comunidade. "Estava na hora de ter umas melhorias, não só em termo de policiamento e de segurança, mas em tudo, limpeza, rede de energia elétrica”, disse o gráfico José, de 46 anos.

O governador do Rio, Sérgio Cabral, participou da cerimônia, no Campo do Abóbora, e adiantou que as próximas ocupações serão nas comunidades do Arará e Rato Molhado, também na zona norte. “Vi esta área [Manguinhos e Jacarezinho] se degradar sem o investimento do dinheiro público. Sem segurança pública, qualquer tipo de serviço fica prejudicado. A UPP está permitindo que os moradores de comunidades pacificadas recebam sua família sem medo.”