Cuidar dos filhos

Alana alerta para benefícios da relação com natureza na saúde e desenvolvimento infantil

Ouca entrevista à Rádio Brasil Atual de Lais Fleury, do Programa Criança e Natureza do Instituto Alana. Ouça também publicitária Mariana Sá, do Movimento Infância Livre do Consumismo

Danilo Ramos/RBA
Crianças Rio Araguaia

Crianças brincam no Rio Araguaia

São Paulo – A diretora do Programa Criança e Natureza do Instituto Alana, Lais Fleury, analisa como a interação com o verde possibilita à criança uma experiência de brincar livre, estimulando a criatividade e a integração com os demais. Em entrevista aos jornalistas Marilu Cabañas e Glauco Faria, na Rádio Brasil Atual na manhã desta quinta-feira (12). “A missão do programa é criar condições favoráveis para que as crianças cresçam e se desenvolvam, de forma integral e sadia, por meio do contato direto com a natureza”, diz Lais. O programa é inspirado no livro A Última Criança na Natureza, best-seller do autor norte-americano Richar Louv, jornalista e ativista, que associa a falta de natureza na vida das crianças ao impacto negativo em sua saúde. Ouça a conversa.

Também nesta quinta, a Rádio Brasil Atual, a publicitária Mariana Sá, fundadora do movimento Infância Livre do Consumismo (Milc), mestra em Políticas Públicas, afirma que as pessoas estão vivendo em espaços urbanos muito inseguros e isso “limita o direito ao brincar, o direito de ser criança, o direito à cidade”. Mariana fala sobre a importância de manter visão crítica em relação ao impulso ao consumismo e de se manter a pressão social para que a legislação seja mais rigorosa em coibir a indústria da propaganda. Para ela, enquanto a legislação não avança – no sentido de barrar a sedução de adultos e crianças para condutas nocivas ao desenvolvimento humano, “nós temos de cuidar dos nossos filhos”. Ouça.