Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 03 / Capitais terão atos em memória de Marielle Franco. Confira os locais

homenagem e protesto

Capitais terão atos em memória de Marielle Franco. Confira os locais

No Rio, uma marcha sairá da Assembleia Legislativa às 17h. Em São Paulo, no mesmo horário, manifestação será no vão livre do Masp
por Redação RBA publicado 15/03/2018 09h59, última modificação 15/03/2018 13h04
No Rio, uma marcha sairá da Assembleia Legislativa às 17h. Em São Paulo, no mesmo horário, manifestação será no vão livre do Masp
RedeLivre.org
marielle franco.jpg

Marielle estava no primeiro mandato como parlamentar e elegeu-se com a quinta maior votação do município

São Paulo – Diversas capitais terão hoje (15) manifestações de luto, protestos e cobrança de investigações sérias pela morte da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (Psol). Ela foi executada a tiros na noite de ontem, na capital fluminense. Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, que dirigia o carro em que foram abordados, também foi executado.

Uma marcha partirá da Assembleia Legislativa do Rio, com concentração a partir das 17h e seguirá para a Cinelândia, no centro da cidade. "Marielle fez sua parte e hoje descansa ao lado de Malcolm X e Luther King. Nós continuamos aqui e precisamos lutar", diz o coletivo Botafogo Antifascista, que convoca o ato. Até as 9h30 de hoje, cerca de 28 mil pessoas haviam confirmado presença.

Na capital paulista, também às 17h, o Psol convocou um ato público no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista. Em Belo Horizonte, o protesto contra o assassinato da vereadora será na Praça da Estação, no centro da capital mineira, a partir das 17h30.

Outras capitais também farão suas homenagens e protestos. Em Curitiba, às 18h30, um ato será realizado as escadarias da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, no centro.

Na capital gaúcha, a concentração é na Esquina Democrática, no cruzamento da Avenida Borges de Medeiros com a Rua da Praia. Já em Brasília, será realizada uma manifestação em frente ao Congresso Nacional. Ambos se iniciam às 17h.