Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2017 / 06 / Com reforma trabalhista, 89% dos brasileiros temem não conseguir sustentar família

insegurança

Com reforma trabalhista, 89% dos brasileiros temem não conseguir sustentar família

Estudo revela ainda que 68% da população acha que as propostas apresentadas pelo governo de Michel Temer favorecem mais os patrões do que os empregados
por Redação RBA publicado 09/06/2017 10h55, última modificação 09/06/2017 12h38
Estudo revela ainda que 68% da população acha que as propostas apresentadas pelo governo de Michel Temer favorecem mais os patrões do que os empregados
EBC
trabalho.jpg

Reforma da Previdência: 69% acreditam que não vão conseguir se aposentar após uma eventual aprovação

São Paulo – As reformas propostas pelo governo Temer estão deixando os brasileiros inseguros, segundo pesquisa CUT/Vox Populi. Pelo levantamento, 89% dos entrevistados temem não conseguir sustentar a sua família com a aprovação da reforma trabalhista, que impõe alterações da CLT, como o contrato temporário. O estudo foi mostrado pelo Seu Jornal, da TVT, na edição da quinta-feira (8), e a reportagem pode ser conferida ao fim desta matéria.

A pesquisa mostra ainda que, além do sentimento de dificuldade em sustentar as famílias, 90% da população revela insegurança para fazer novos crediários para adquirir bens, como carros ou eletrodomésticos e de financiamentos para comprar um imóvel, como a casa própria. O estudo revela que 68% dos brasileiros acham que a reforma trabalhista proposta pelo governo Temer favorece mais os patrões do que os empregados.

O levantamento, realizado entre sexta (2) e domingo (4), também aponta a rejeição de 92% dos entrevistados contra as mudanças nas regras da Previdência. Sobre aposentadoria, 69% afirmam que não vão conseguir se aposentar, caso a reforma seja aprovada, e 21% acham que vão se aposentar, mas com o benefício mínimo.

Confira a íntegra da pesquisa abaixo:

Cut/Vox: Junho – Mundo Do Trabalho by redebrasilatual on Scribd

Assista: