Home Trabalho ABC paulista faz ‘esquenta’ para greve do dia 19 contra reforma da Previdência
nesta sexta

ABC paulista faz ‘esquenta’ para greve do dia 19 contra reforma da Previdência

Além de servir como preparatório para os atos nacionais, movimentos sociais também vão abordar os retrocessos promovidos pelos prefeitos da região
Publicado por Redação RBA
11:46
Compartilhar:   
Reprodução
Reforma da Previdência

Manifestantes se reúnem a partir das 17h, na Praça da Matriz, em São Bernardo do Campo

São Paulo – A Frente Povo Sem Medo e o Comitê Regional do ABC contra a Reforma da Previdência organizam nesta sexta-feira (16), em São Bernardo do Campo, ato contra as mudanças que o governo Temer pretende votar a partir da semana que vem. A mobilização serve de “esquenta” para o ato nacional convocado pelas centrais e movimentos sociais para a próxima segunda (19).

Aldo dos Santos, do Comitê contra a Reforma, diz que as manifestações contra a reforma da Previdência devem se intensificar, passadas as festas de carnaval. Ele também avalia que o governo não deve conseguir aprovar a sua proposta. 

“Estamos convidando a população de maneira geral, os trabalhadores, os professores, a juventude, os sem-teto, os sem-terra, todas as pessoas que não admitem e não aceitam (a proposta de alterações nas regras para aposentadorias). Vamos lutar até as últimas consequências contra mais essa reforma tenebrosa dessa quadrilha que assaltou o poder liderada por Temer”, afirmou o ativista à Rádio Brasil Atual, nesta quinta-feira (15). 

Já Dalécio Anderson, da Frente ABC Sem Medo, diz que, além das pautas nacionais, o ato desta sexta, também deve abordar os retrocessos locais promovidos pelos prefeitos alinhados com o governo Temer. 

“Além da bandeira contra a reforma da Previdência, também teremos pautas locais. O IPTU alto, em Santo André; a taxa do lixo, em São Caetano; o cancelamento do início das aulas, em São Bernardo, o fechamento de UBSs, em Diadema”, diz Dalécio.

O ato contra a reforma da Previdência está deve ocorrer a partir das 17h, na Praça da Matriz, região central de São Bernardo. 

Ouça a reportagem da Rádio Brasil Atual: