Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 06 / Fim do fator previdenciário deve ser votado em até dois meses na Câmara

Fim do fator previdenciário deve ser votado em até dois meses na Câmara

por Agencia Brasil publicado 27/06/2012 16h35, última modificação 27/06/2012 18h23

"[o governo] negocia com centrais sindicais, isso é ótimo, mas agora vai ter que negociar com sua própria base", disse Chinaglia (Foto:Arquivo/Agência Brasil)

Brasília – A Câmara dos Deputados deve votar o projeto sobre o fim do fator previdenciário em até dois meses, informou hoje (27) o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), após reunião com os ministros da Fazenda, Guido Mantega; da Previdência, Garibaldi Alves; e de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

“Minha tarefa foi mostrar para os ministros e para a ministra, que os líderes da base manifestaram-se favoravelmente à aprovação da matéria”, disse. Os parlamentares querem votar o substitutivo do então deputado Pepe Vargas (PT-RS), hoje ministro do Desenvolvimento Agrário, que estabelece que o trabalhador não terá perdas ao se aposentar quando o somatório da idade e do tempo de contribuição for de 95 anos e 85 anos, para homens e mulheres, respectivamente.

Segundo Chinaglia, os ministros ainda estão analisando a proposta. Por esse motivo, uma nova reunião ocorrerá no próximo dia 10 de julho. “O governo levantou números e implicações, por isso nos reuniremos novamente. Além disso, [o governo] negocia com centrais sindicais, isso é ótimo, mas agora vai ter que negociar com sua própria base. [O tema] Está pautado e será votado”, comentou.

registrado em: