Home Saúde e Ciência Seminário discute como combater erros no cuidado com a saúde
CUIDADOS

Seminário discute como combater erros no cuidado com a saúde

Evento no Rio de Janeiro alerta sobre a necessidade de medidas preventivas para reduzir os danos decorrentes do cuidado aos pacientes
Publicado por Helder Lima, da RBA
18:13
Compartilhar:   
pixabay

Cirurgia: erros médicos causam a morte de 1,3 milhão de pessoas por ano no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS)

São Paulo – Os erros médicos causam a morte de 1,3 milhão de pessoas por ano no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, esses “eventos adversos” na saúde atingem 7,6% de todas as internações hospitalares, um índice que alerta sobre a necessidade de medidas preventivas para mitigar os danos decorrentes do cuidado aos pacientes.

Esse problema estará em discussão a partir desta quarta-feira (5) no 1° Congresso Brasileiro para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente, que será realizado no Rio de Janeiro. O evento, promovido pela Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (Sobrasp), reunirá mais de mil participantes, entre profissionais dos vinte e seis estados e do Distrito Federal, de amanhã até sexta-feira (7) no Hotel Windsor Oceânico, na Barra da Tijuca, para debater e construir propostas para avançar numa área que ainda é um desafio para o Brasil.

Com um quadro global grave relacionado à Segurança do Paciente na assistência médica, a OMS criou a Aliança Mundial pela Segurança do Paciente (2004) para enfrentar esse problema. Dois exemplos dessa atuação da OMS foram as campanhas “Cirurgias Seguras Salvam Vidas” e a “Higienização das Mãos na Assistência à Saúde”.

Em 2013, o Brasil criou o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) para contribuir na qualificação do cuidado em saúde no território nacional, seguindo as orientações da OMS e o exemplo de diversos países, como os Estados Unidos, Canadá, Espanha, Austrália e Portugal.

De acordo com Victor Grabois, presidente da Sobrasp, o tema da Segurança do Paciente não se esgota nos serviços de saúde, estando presente em esferas como a mídia, no ensino superior e técnico, e no judiciário, que precisam também considerar seu papel na prevenção de eventos adversos no cuidado de saúde.

“O Congresso vai discutir como acelerar a melhoria da Segurança do Paciente, como tornar os gestores, profissionais de saúde e a população mais conscientes dos riscos existentes nos serviços de saúde e como reduzi-los. Além disso, vamos discutir como evoluir de uma cultura punitiva frente ao erro no cuidado de saúde para uma cultura de aprendizagem”, explica.

Além de especialistas sobre o tema do Brasil, o Congresso conta com a participação de cinco convidados internacionais que irão apresentar suas pesquisas científicas e experiências de seus países com o tema da Segurança do Paciente. Entre os nomes estão G. Ross Baker da Universidade de Toronto, no Canadá, e Sara J. Singer da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

O encontro está pautado em cinco trilhas que irão conduzir toda a programação e versam desde a solução e inovação para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente no sistema de saúde, até a Segurança do Paciente como política pública de saúde.

Serviço

Evento: 1° Congresso Brasileiro para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente
Local: Hotel Windsor Oceânico, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro
Data: 5, 6 e 7 de junho
Site do Congresso: http://www.sobrasp2019.com.br/index.php

registrado em: , , ,