Capital político

Lula supera Bolsonaro em pesquisa sobre potencial de votos

Pesquisa mostra que ex-presidente receberia 50% dos votos, enquanto Bolsonaro teria 38%. Rejeição do atual presidente chega a 56%

Ricardo Stuckert
Segundo o levantamento, 50% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar em Lula se ele se candidatasse à Presidência

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o político que tem mais força para enfrentar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022. Pesquisa divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo neste sábado (6) mostra que Lula tem o maior potencial de votos, frente a outros possíveis candidatos. A pesquisa foi realizada pelo Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), novo instituto de pesquisas criado pela estatística Márcia Cavallari (ex-Ibope).

“Segundo o levantamento, 50% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar em Lula se ele se candidatasse à Presidência; e 44% afirmaram que não o escolheriam de jeito nenhum. Já Bolsonaro aparece com 12 pontos porcentuais a menos no potencial de voto (38%), e 12 a mais na rejeição (56%)”, afirma a reportagem de Daniel Bramatti.

O texto explica que o levantamento é diferente de uma pesquisa de intenção de voto, porque revela o “potencial de votos” dos nomes.

“Não se trata de levantamento que avalia um possível confronto entre Lula, Bolsonaro ou outros concorrentes. Enquanto uma pesquisa de intenção de voto mostra como está a corrida eleitoral, a de potencial busca medir o piso e o teto de aceitação de cada um dos possíveis candidatos”, diz o jornal.

Atrás de Lula e Bolsonaro no ranking de potencial de voto estão Sergio Moro (31%), Luciano Huck (28%), Fernando Haddad (27%), Ciro Gomes (25%), Marina Silva (21%), Luiz Henrique Mandetta (15%), João Doria (15%) e Guilherme Boulos (10%).

Método da pesquisa

O jornal informa que na pesquisa de potencial, em vez de apresentar uma lista de candidatos e pedir ao entrevistado que aponte seu preferido, o instituto cita o nome de cada possível concorrente e pergunta se o eleitor votaria nele com certeza, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum ou se não o conhece suficientemente para responder. A soma das duas primeiras respostas – “votaria com certeza” e “poderia votar” – é o potencial de votos.

Confira a reportagem completa


Leia também


Últimas notícias