Começou

Eleições 2020 terão 546 mil candidatos. Homens e negros são maioria

Segundo a Justiça Eleitoral, que ainda atualiza os dados, 66,9% dos candidatos são homens e 50% são negros

Reprodução
Primeiro turno é em 15 de novembro. O segundo, se necessário, duas semanas depois

São Paulo – Com quase 546 mil nomes, 9,8% a mais do que em 2016, as eleições municipais de 2020 terão número recorde de candidatos. Os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda são preliminares e referem-se aos pedidos de registro. A campanha começou oficialmente ontem (27), e o primeiro turno está marcado para 15 de novembro. A propaganda eleitoral gratuita começa no dia 9 do mês que vem.

Segundo as informações disponíveis, que continuam sendo atualizadas, pouco mais de dois terços dos candidatos (66,9%) são homens, enquanto as mulheres representam 33,1% do total. E negros são maioria, considerando pardos (39,43%) e pretos (10,45%), classificação adotada pelo IBGE. Já os registros de candidatos brancos somam 47,77%.

Perto de 16% dos inscritos têm de 40 a 44 anos, segundo o TSE. Outros 15,5% estão na faixa de 45 a 49 anos e 13,9%, de 35 a 39. Apenas 2,35% têm de 21 a 24 anos. A estatística aponta ainda 28 registros de candidatos nesta eleição municipal com mais de 100 anos.

Mais de 30 partidos

O MDB é o partido com maior número de registros: 44.373 até as 13h desta segunda-feira (28), 8,13% do total. Depois vêm PSD (39.117, 7,17%) e PP, com 37.875 (6,94%). O PSL, que surgiu na esteira do bolsonarismo em 2018, não chega a 4% (21.772), enquanto o PT apresentou 31.088 (5,70%). A Justiça Eleitoral tem 33 partidos registrados.

De um total preliminar de 545.765 registros de candidatos nas eleições 2020, 507.461 são de vereador, proporção de 9,1 candidatos por vaga. São 19.135 candidatos a prefeito, 3,4 por vaga. Só o estado de São Paulo tem 86.524 candidatos a vereador e 2.643 a prefeito.

Arte RBA
candidatos eleições 2020