Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 06 / 'A presidência foi roubada de Lula', diz Maradona na Rússia

Futebol e política

'A presidência foi roubada de Lula', diz Maradona na Rússia

"Os corruptos, lamentavelmente, vencem algumas batalhas, mas as guerras dos países são vencidas por aqueles que realmente querem bem ao povo", afirmou o ex-craque argentino
por Redação RBA publicado 18/06/2018 08h11, última modificação 18/06/2018 10h30
"Os corruptos, lamentavelmente, vencem algumas batalhas, mas as guerras dos países são vencidas por aqueles que realmente querem bem ao povo", afirmou o ex-craque argentino
Reprodução
Maradona e Putin

“Meu amigo Lula, tenha muita força porque você deu ao Brasil o que o Brasil merece”, disse El Pibe

RBA lula-maradona.jpg
Maradona publica mensagem dedicada a Lula

São Paulo – Em pleno clima de Copa do Mundo, o ex-craque argentino Diego Armando Maradona manifestou, na rede Telesur e pelo Twitter, seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Meu amigo Lula, tenha muita força, porque você deu ao Brasil o que o Brasil merece”, disse. 

“Os corruptos, lamentavelmente, vencem algumas batalhas, mas as guerras dos países são vencidas por aqueles que realmente querem bem ao povo. Lula, meu amigo, siga adiante, porque todos o apoiamos”, acrescentou El Pibe. Para Maradona, que está na Rússia para acompanhar a Copa, a “presidência foi roubada de Lula”.

Entrevistas

O site do presidente do PT de São Paulo e pré-candidato do partido ao governo estadual, Luiz Marinho, divulgou ontem (17) à noite uma entrevista gravada antes da prisão do ex-presidente. Durante a conversa, Lula defendeu, entre outros pontos, o legado dos governos do partido e criticou o papel da mídia contra governos considerados progressistas. “Se não falar das coisas boas que você fez (como prefeito de São Bernardo), os adversários vão falar das coisas ruins," disse Lula a Marinho.

RBA Marinho Lula
Luiz Marinho e Lula, em material de pré-campanha do primeiro ao governo de São Paulo

O ex-presidente rebateu a ideia disseminada, principalmente nos estados da região sudeste de que o Bolsa Família – um dos programas mais importantes dos governos petistas – serviu para favorecer o Nordeste. “A sociedade paulista imagina que o Bolsa Família é só para o Nordeste. Somente no estado de São Paulo, são um milhão e quatrocentas mil famílias que recebem (o Bolsa Família). Investimos muito no Nordeste, mas investimos muito em São Paulo também”, disse. “As pessoas têm memória curta e a imprensa faz questão de não divulgar as coisas boas.”

Por sua vez, em entrevista à TV 247, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha atacou a campanha contra a candidatura de Lula à presidência da República. “Quem tirar Lula das eleições manchará suas digitais na história”, afirmou. "Depois da condenação envolvendo o triplex arbitrariamente atribuído a Lula, eu espero qualquer coisa da Justiça", acrescentou.