Mercado de trabalho

País cria 36 mil vagas com carteira assinada em fevereiro

Foi o primeiro saldo positivo em quase dois anos. Em 12 meses, foram perdidos 1,1 milhão de empregos formais

Valdecir Galor/SMCS/Fotos Públicas
Carteira de trabalho

São Paulo – O país criou 35.612 vagas com carteira assinada em fevereiro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (16) pelo Ministério do Trabalho. É o primeiro saldo positivo em quase dois anos. Foram registradas 1.250.831 contratações e 1.215.219 demissões formais.

O resultado foi determinado, basicamente, pelo setor de serviços, que abriu 50.613 postos de trabalho com carteira. A administração pública criou 8.280 vagas e a agricultura, 6.201. Também houve abertura de empregos formais na indústria (3.949).

O emprego com carteira cresceu nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Foram fechadas vagas no Norte e, principalmente, no Nordeste.

Em 12 meses, foram perdidos 1.148.845 postos de trabalho com carteira, retração de 2,91% no estoque, hoje de 38,3 milhões.