Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2010 / 08 / Aos 80 anos, Maria da Conceição Tavares será homenageada com livro

Aos 80 anos, Maria da Conceição Tavares será homenageada com livro

Obra publicada pela Fundação Perseu Abramo integra a coleção Intelectuais do Brasil
por Betto Ferreira publicado 19/08/2010 19h57
Obra publicada pela Fundação Perseu Abramo integra a coleção Intelectuais do Brasil

Será lançado na próxima terça-feira (24), na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, o livro “Leituras Críticas sobre Maria da Conceição Tavares”. A obra, publicada pela Fundação Perseu Abramo e a Editora da Universidade, integra a coleção Intelectuais do Brasil e presta uma homenagem aos 80 anos de vida da influente economista luso-brasileira.

Portuguesa de nascimento e formada em matemática pela Universidade de Lisboa (1953), ela naturalizou-se brasileira após chegar ao país, no ano seguinte. No Brasil,  filiou-se à Sociedade Brasileira de Produção Científica (SBPC) e enveredou para a Economia, matéria com a qual se notabilizou no meio acadêmico, tornando-se professora de várias gerações. Os dois principais candidatos à presidência da República deste ano, aliás, foram seus alunos.

Seus livros e artigos, escritos nas últimas três décadas, resultantes das teses que a levaram a se tornar livre-docente e titular de uma das maiores universidades do país - a Universidade federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - revelam um esforço ininterrupto da  autora de pensar o mundo contemporâneo, tendo grande influência no pensamento econômico brasileiro das últimas décadas.

Militante da causa democrática nos anos 60/70, Conceição Tavares tornou-se conhecida fora do meio acadêmico por suas críticas ferrenhas à política econômica do regime militar. Atuou também na política, tendo sido eleita deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores. Como economista, ganhou vários prêmios, entre os quais o Comendador da Ordem do Mérito de Portugal, a Medalha de Honra da Inconfidência, o Jabuti e a Ordem de Rio Branco.

O livro-homenagem é uma coletânea de artigos produzidos por Ricardo Bielchowsky, Emir Sader, José Carlos de Souza Braga e Maurício Borges Lemos, a respeito do legado da economista, organizada pelo sociólogo Juarez Guimarães, que entrevista a economista em capitulo da obra.

Ao completar 80 anos, em abril último (24), Conceição Tavares disse em entrevista querer dedicar-se a partir de agora “ao futuro“: “O presente, o povo está mudando. Portanto pode haver futuro... A guerra agora é essa”.

registrado em: ,