Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 12 / Vice-presidente da CUT diz que trabalhador quer ver votada proposta de aumento do mínimo

Vice-presidente da CUT diz que trabalhador quer ver votada proposta de aumento do mínimo

por Daniel Lima e Kelly Oliveira publicado , última modificação 09/12/2009 13h05

Brasília - O vice-presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), José Lopez Feijóo, disse nesta quarta-feira (9) que a proposta de reajuste do salário-mínimo é o cumprimento do que já foi acordado com as centrais sindicais. A proposta de reajustar o mínimo considerando a inflação mais o crescimento da economia de anos anteriores faz parte da política de valorização do mínimo.

Segundo ele essa é uma política que os trabalhadores querem ver aprovada no Congresso, para vigorar até 2023.  “Infelizmente, o Congresso ainda não votou, mas esperamos que vote”, afirmou.

Quanto à proposta que tem circulado de dar a metade desses ganhos reais para os aposentadorias superiores a um mínimo, o que representa aumento real, ele considera positivo:

“Sei que todos gostariam de ter [aumento real], mas não posso desconhecer que, se implementado será uma política positiva. Em nenhum lugar do mundo se dá aumento real para aposentadoria”.

Feijoó deu as declarações ao chegar para a reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).

Fonte: Agência Brasil

registrado em: , ,