Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 05 / Eleita nova direção da CUT São Paulo

Eleita nova direção da CUT São Paulo

Metalúrgico Adi dos Santos Lima vai comandar a central pelos próximos três anos
por Paulo Salvador publicado , última modificação 23/05/2009 20h30
Metalúrgico Adi dos Santos Lima vai comandar a central pelos próximos três anos

Delegados do 12º Cecut definiram a diretoria para os próximos três anos (Foto: Divulgação)

O metalúrgico Adi dos Santos Lima é o novo presidente da CUT no estado de São Paulo. Sua eleição ocorreu na tarde de sábado (2), no 12º Congresso Estadual da entidade. "Vamos dar um salto de qualidade na luta sindical e popular" prometeu o novo presidente em seu discurso de posse. Depois de quatro dias de reuniões, plenárias e debates foi eleita a nova direção para um mandato de três anos. Reunindo diversos sindicatos, incluindo alguns dos maiores do Brasil, como metalúrgicos, bancários, químicos, professores e segmentos dos servidores públicos municipais e estaduais, os debates para formação da nova direção foram intensos e ocuparam a atenção dos dirigentes em todo o congresso.

Fotos: Divulgação

Para construir uma chapa de consenso, foram alteradas as atribuições da vice-presidência, para a qual foi eleito Carlos Ramiro, do sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). O bancário Sebastião Cardozo ficou com a secretaria geral e o químico Renato Zulato vai controlar a tesouraria.

12º Cecut - mesa de igualdade racial

Novo modelo

Realizado em Serra Negra, a 142 quilômetros da capital, o congresso discutiu estratégias de luta para a implantação de um novo modelo de desenvolvimento para o estado contra a opção neoliberal implantado há 15 anos mantido no governo de José Serra (PSDB). O estado livra-se das responsabilidades sociais, privatiza empresas estratégicas e rodovias, com sucateamento de áreas como educação e saúde.

 

12º Cecut - abertura

A venda do banco Nossa Caixa e preços elevados dos pedágios foram duramente criticados. Para Adi Lima, a CUT estadual vai trabalhar afinada com todos os sindicatos e o congresso dá força aos trabalhadores para atuar no cenário eleitoral de 2010. "Os trabalhadores não abrirão mão das conquistas do governo Lula, porque a eleição de algum tucano significa um enorme retrocesso nas políticas sociais no Brasil", declara Daniel Reis, reempossado na secretaria de Comunicação.

 A formação final da chapa só aconteceu na tarde de sábado e exigiu muitas negociações entre os sindicatos de diversos ramos, com a participação de membros da direção nacional, como o presidente Artur Henrique, e os diretores Antonio Spis e João Felício. Luiz Cláudio Marcolino, dos bancários, avalia que o resultado é positivo e revela maior amadurecimento e consolidação da CUT como a principal entidade no estado.

Durante o encontro, foi lançado o portal Rede Brasil Atual como uma nova agência de notícias que articula ainda a produção da Revista do Brasil e da rádio web Jornal Brasil Atual.