Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 05 / Diretores de Sadia e Perdigão negam demissões depois de fusão

Diretores de Sadia e Perdigão negam demissões depois de fusão

Com o nome de Brasil Foods, a nova empresa será a maior empregadora privada do Brasil, com mais de 100 mil funcionários
por João Peres, da RBA publicado , última modificação 19/05/2009 15h17
Com o nome de Brasil Foods, a nova empresa será a maior empregadora privada do Brasil, com mais de 100 mil funcionários

Anunciada nesta terça-feira (19), a operação não prevê o fechamento de fábricas e, segundo o copresidente do grupo, Luis Fernando Furlan, deve haver aumento da demanda e, por consequência, da produção.

Em relação aos consumidores, tanto Sadia quanto Perdigão asseguram que as linhas atuais de produtos continuarão a ser oferecidas sem mudanças. O copresidente Nildemar Sanches explica que, apesar da provável melhora nos meios de produção e na logística, não haverá redução de preços porque as empresas são apenas parte da cadeia produtiva, que inclui também distribuidores, atacadistas e vendedores do varejo.

Com informações da Agência Brasil.

 

 

registrado em: