Você está aqui: Página Inicial / Política / 2012 / 10 / Lula ironiza críticos: 'De poste em poste, o Brasil vai ficar iluminado'

Lula ironiza críticos: 'De poste em poste, o Brasil vai ficar iluminado'

Ex-presidente participou de comício do petista Márcio Pochmann em Campinas (SP) ao lado da presidenta Dilma Rousseff
por Redação da RBA publicado 20/10/2012 16h33, última modificação 20/10/2012 17h21
Ex-presidente participou de comício do petista Márcio Pochmann em Campinas (SP) ao lado da presidenta Dilma Rousseff

Pochmann entre Lula e Dilma em Campinas (Foto: Pedro Amatuzzi/Sigmapress/Folhapress)

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou hoje (20) os que classificaram a presidenta Dilma Rousseff de “poste” quando ele a lançou para sucedê-lo nas eleições de 2010 – e que fizeram o mesmo agora com as candidaturas petistas de Márcio Pochmann, em Campinas, e Fernando Haddad, em São Paulo.

"Todos diziam que a Dilma era um poste. 'A Dilma não sabe governar, ela é um poste'. 'O Marcio é um poste'. Eu quero dizer que, é de poste em poste, que o Brasil vai ficar iluminado", afirmou Lula durante comício que reuniu cerca de 10 mil pessoas no Largo do Rosário, em Campinas. 

Lula fazia referência à arrancada de Pochmann na última semana do primeiro turno e sua posição atual na disputa, tecnicamente empatado com Jonas Donizette (PSB). Em São Paulo, Haddad também cresceu nas últimas semanas e agora aparece 20 pontos percentuais à frente de José Serra (PSDB), segundo as pesquisas de intenção de voto.

A presidenta Dilma também participou do ato e falou por 17 minutos, destacando que o Brasil precisa de líderes como o ex-presidente do Ipea, sem "vícios e tiques da política tradicional".

Além de Lula e Dilma, estiveram presentes os ministros Aloizio Mercadante (Educação) e Alexandre Padilha (Saúde), o presidente nacional do PT, Rui Falcão e o senador Eduardo Suplicy.

Todos devem participar agora à tarde do comício de Fernando Haddad em São Paulo, que acontece no Ginásio da Portuguesa de Desportos.

Com agências