Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 10 / No Jornal Nacional, Dilma agradece a Deus por vitória parcial

No Jornal Nacional, Dilma agradece a Deus por vitória parcial

Candidatos pedem voto na edição do telejornal da TV Globo. Saúde, educação e segurança pública figuram entre as primeiras promessas no 2º turno
por anselmomassad publicado 04/10/2010 21h18, última modificação 04/10/2010 21h25
Candidatos pedem voto na edição do telejornal da TV Globo. Saúde, educação e segurança pública figuram entre as primeiras promessas no 2º turno

Brasil encontrou seu lugar no mundo, diz Dilma (Foto: Reprodução)

São Paulo - Os dois candidatos à Presidência da República que chegaram ao segundo turno participaram ao vivo da edição desta segunda-feira (4) do Jornal Nacional, na TV Globo. A ordem de exibição foi definida por sorteio, segundo os âncoras da edição.

O oposicionista José Serra (PSDB) prometeu levar uma "mensagem de esperança e de confiança" caso seja eleito. O tucano declarou ainda que pretende levar sua experiência e suas realizações para o cargo.

Serra agradeceu aos eleitores. "É muito bom termos ido para o segundo turno, porque a população poderá aprofundar no conhecimento dos dois candidatos que foram mais votados para tomar sua decisão de maneira mais sólida, pois afinal trata-se de definir quem vai sentar na cadeira de presidência a partir de janeiro do ano que vem", declarou.

Ele prometeu consolidar uma "economia sólida", com oportunidades de trabalho e mais capacidade de consumo e conforto no país. Ela mencionou saúde, educação, segurança e infraestrutura como áreas-chave. Clique aqui para assistir.

Dilma Rousseff (PT), candidata governista, agradeceu a Deus e aos eleitores pelos 47 milhões de votos que lhe deram vitória parcial no pleito. Também afirmou que o "segundo turno é uma grande oportunidade de apresentar projetos para o futuro do Brasil".

"O futuro do Brasil hoje tem, embutido nele, uma grande esperança, porque o Brasil encontrou seu lugar no mundo. E os brasileiros encontram um lugar de respeito no Brasil", celebrou. Ela também mencionou saúde, educação e segurança pública como questões cruciais.

"Tenho uma proposta de valores, o princípio nosso de valorizar a vida e em todas as suas dimensões e na sua plenitude", afirmou. Com os termos, ficou clara a opção de se dirigir a setores religiosos e conservadores da sociedade, entre os quais os boatos sobre suas posições a respeito do aborto. Clique aqui para assistir.